• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Após provocar palmeirenses, Lucas Lima vai diminuir uso das redes sociais

  • COMPARTILHE
Esportes

Após provocar palmeirenses, Lucas Lima vai diminuir uso das redes sociais

Santos - Os comentários, brincadeiras e provocações de Lucas Lima nas redes sociais vão diminuir nas finais do Campeonato Paulista. Depois de provocar palmeirenses antes e depois das semifinais, o meia do Santos deve evitar postagens nas finais contra o Audax. "Muita gente fala pra eu não escrever mais nada. Com certeza vou diminuir. Muitos torcedores levam de outra maneira. Não quero passar essa imagem", afirmou.

É o próprio jogador que administra suas redes sociais, sem interferência dos assessores pessoais e do Santos. Ele tem 352 mil seguidores no Instagram e quase 60 mil no Twitter. "Gosto de interagir com os meus seguidores e com aqueles que me ‘cornetam’. Falo elogios e críticas. É uma coisa que eu gosto de fazer", explicou.

Pessoas próximas ao jogador, no entanto, ficaram preocupados com a reação de alguns torcedores palmeirenses em relação às últimas postagens. Após a classificação, ele escreveu "Bate no peito e diz oitava final seguida". A frase era uma referência direta a um vídeo do meia Zé Roberto no qual ele dizia "Bate no peito e diz ‘Palmeiras é grande'".

Na final da Copa do Brasil do ano passado, também disputada entre santistas e palmeirenses, houve uma troca de provocações. Torcedores disseram que o volante Matheus Sales havia colocado o santista no bolso com a marcação. Lucas Lima respondeu com ironias.

O meia não usa as redes sociais apenas para cutucar os rivais. Como ele mesmo diz, é um modo de se expressar. Ele registra as letras de suas músicas favoritas, participações em programas esportivos, momentos dos treinamentos e mensagens religiosas. Quase diariamente troca mensagens com fãs e amigos.

FINAL - O santista tem a receita para a decisão deste domingo. "Jogamos contra eles e sofremos muito aqui na Vila. Sabemos que é uma equipe muito qualificada. É uma equipe que joga mas deixa jogar também. A gente tem que aproveitar isso", afirmou o meia.