• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Após vexame, Del Bosque coloca cargo à disposição

  • COMPARTILHE
Esportes

Após vexame, Del Bosque coloca cargo à disposição

Curitiba - A eliminação precoce na primeira fase da Copa do Mundo segue causando consequências na atual campeã mundial. Nesta sexta-feira, em Curitiba, onde a equipe faz uma melancólica preparação para o jogo de despedida, o técnico Vicente Del Bosque surpreendeu ao pedir para conceder entrevista coletiva e colocou o seu cargo à disposição da Real Federação Espanhola de Futebol.

O treinador tem contrato com a Espanha até o final da Eurocopa de 2016, quando buscaria o tri, e o presidente da Federação Espanhola de Futebol, Angel Villar, quer mantê-lo no cargo. Outros dirigentes, porém, já estão pressionando para que Del Bosque seja demitido, argumentando que ele não seria a pessoa mais indicada para renovar a seleção

"Eu serei correto com a federação, que sempre me tratou muito bem. Se eu sou um incômodo para o futebol espanhol, saio da seleção", disse Del Bosque, na tarde desta sexta-feira. "Não quero ser um estorvo para a federação espanhola. O futebol está acima de personalismos. A minha decisão sobre o futuro levará em conta os interesses da seleção e não os meus particulares", garantiu o treinador.

Del Bosque pegou um trabalho já iniciado por Luis Aragonés, campeão da Eurocopa de 2008, e fez a Espanha campeã do mundo em 2010 e da Europa em 2012. Na Copa do Mundo do Brasil, o consagrado tik-taka mostrou-se superado e os espanhóis perderam de 5 a 1 da Holanda, na primeira rodada, e foram eliminados pelo Chile, quarta, com derrota por 2 a 0 no Maracanã.

"Os motivos (da campanha ruim) são esportivos, nada mais. As pessoas podem buscar outros argumentos, mas não existem. "Todos falhamos, os veteranos, os jovens e a comissão técnica. A culpa é de todos", disse Del Bosque, evitando jogar a pressão sobre nomes consagrados que não renderam o esperado, especialmente Xavi.

O treinador, que já havia pedido para falar depois da derrota para a Holanda, garantiu que escala os melhores. "Não há tantos jogadores veteranos na seleção. Quem está aqui é por méritos, e não por causa da idade", assegurou. A Espanha se despede da Copa na segunda, às 13h, contra a Austrália, na Arena da Baixada. Os dois times já estão eliminados.