• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Argelino diz que time 'não veio fazer turismo' no Brasil

  • COMPARTILHE
Esportes

Argelino diz que time 'não veio fazer turismo' no Brasil

Porto Alegre - O zagueiro argelino Rafik Halliche disse neste sábado que a seleção da Argélia não veio ao Brasil "para fazer turismo". Mesmo enfrentando a favorita Alemanha pelas oitavas de final da Copa do Mundo, nesta segunda-feira, em Porto Alegre, o capitão acredita que a sua equipe pode vencer e avançar ainda mais.

"Não estamos no Brasil para fazer turismo. Estamos aqui e sempre vamos nos esforçar ao máximo para chegar até a final ou o mais longe possível na competição", afirmou. "É futebol, nada está planejado de antemão", completou.

Apesar de já estarem pensando no confronto contra os alemães, Halliche considera mais do que normal que seu país celebre a classificação inédita para a fase de mata-mata do Mundial. "É uma grande alegria para o povo argelino, que ama o futebol. Trabalhamos duro e foi assim que passamos depois de um grande sacrifício para chegar a uma fase histórica", destacou.

A classificação argelina veio após um empate em 1 a 1 com a Rússia, na última quinta-feira. As duas seleções brigavam diretamente pela segunda vaga do Grupo H. Os russos saíram na frente, mas cederam o empate na segunda etapa. O gol que deu a classificação para a Argélia foi marcado pelo atacante Islam Slimani, de cabeça, aproveitando cruzamento em cobrança de falta.