• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Argelino Slimani desfruta do sucesso na Copa do Mundo

  • COMPARTILHE
Esportes

Argelino Slimani desfruta do sucesso na Copa do Mundo

Porto Alegre - Acontece em todas as Copas: jogadores não muito conhecidos no mundo da bola fazem seu comercial no torneio e depois colhem os frutos desse sucesso. O Mundial do Brasil não é uma exceção a essa regra e um dos beneficiados pela exposição na grande vitrine do futebol estará no gramado do Beira-Rio nesta segunda-feira para o jogo entre Alemanha e Argélia, pelas oitavas de final. É do atacante argelino Islam Slimani que estamos falando.

Quem nunca ouviu falar dele não deve se sentir culpado, afinal Slimani está longe de ser um astro do futebol mundial. O atacante já está em um campeonato de bom nível, o Português (defende o Sporting), mas só agora sente o gostinho da fama, obtida graças aos dois gols que marcou nos três jogos da Argélia no Mundial - um contra a Coreia do Sul e outro contra a Rússia, gol que classificou seu país pela primeira vez para o mata-mata de uma Copa.

Com 1,86m e boa impulsão, Slimani é um atacante que tem no jogo aéreo seu ponto mais forte, mas não é só isso. Ele também tem velocidade e frieza para encarar os goleiros adversários, como demonstrou no gol que marcou contra os sul-coreanos. Graças a essas virtudes, ele ganhou elogios de um dos técnicos mais badalados do mundo, o português José Mourinho. "Conheço bem o Slimani porque ele joga em Portugal", disse o treinador do Chelsea. "É um atacante muito agressivo, que sabe fazer gols e é rápido, como mostrou no gol contra a Coreia do Sul. Além disso, é forte no jogo aéreo."

Foi de cabeça, aliás, que Slimani fez o gol no empate por 1 a 1 com a Rússia, o tento mais importante da história do futebol argelino. Como era de se esperar, o desempenho do atacante na Copa está chamando a atenção de vários clubes europeus - há rumores de que West Ham e Stoke City, ambos da Inglaterra, e Olympique de Marselha, da França, estão de olho nele. O Sporting, no entanto, não pretende liberá-lo facilmente. Há um ano, o clube de Lisboa pagou 300 mil euros por 80% de seus direitos federativos, mas agora não aceita vendê-lo por menos de oito milhões de euros (R$ 23,9 milhões). E se Slimani fizer um gol contra a poderosa Alemanha, é claro que esse valor vai ficar ainda maior.