• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Artilheiro, Müller segue na rota de um feito inédito

  • COMPARTILHE
Esportes

Artilheiro, Müller segue na rota de um feito inédito

Recife - Pela segunda vez nos três jogos da Alemanha na primeira fase da Copa do Mundo, Thomas Müller foi eleito pela Fifa o melhor jogador em campo - ele já havia sido escolhido na partida contra Portugal, em que fez três gols. E assim ele continua a caminho da história. Com quatro gols, o alemão é um dos artilheiros do Mundial (ao lado de Neymar e Messi) e trabalha para se tornar o primeiro jogador a ser o goleador de duas edições do torneio.

Mesmo assim, Thomas Müller não perde seu jeito relaxado, como se não estivesse defendendo uma seleção tradicional na maior competição do futebol. O atacante do Bayern de Munique não parece se importar muito com glórias individuais. "É ótimo saber que você está explorando bem todas as suas qualidades", disse. "Eu me sinto muito bem fisicamente e mentalmente, mas o que me deixa mais feliz é fazer parte deste grupo. Espero ir muito longe no Mundial, mas sabemos que teremos jogos bastante complicados".

Sempre brincalhão, o jogador de 24 anos provocou o meia Schweinsteiger, seu companheiro também no Bayern de Munique e um dos melhores em campo no jogo contra os Estados Unidos. Müller disse que o companheiro jogou muito bem, mas que precisaria copiá-lo para ganhar o prêmio de melhor da partida.

"Schweinsteiger fez uma ótima partida, mas acho que para ser eleito o craque do jogo é preciso fazer pelo menos um gol", falou Müller, aos risos. "Ele tem muita qualidade, por isso houve muitas discussões na Alemanha pelo fato de ele ter ficado fora dos dois primeiros jogos. Mas, se eu conheço os alemães, essas discussões nunca vão acabar".