• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Julio Cesar se redime de 2010 e classifica o Brasil

Esportes

Julio Cesar se redime de 2010 e classifica o Brasil

Belo Horizonte - A seleção brasileira pode até não conquistar o título da Copa do Mundo em 2014, mas o goleiro Julio Cesar completou neste sábado, no Mineirão, a sua volta por cima. Afinal, quatro anos após ser apontado como um dos culpados pela eliminação do Brasil nas quartas de final do Mundial, agora foi a vez dele ser decisivo para colocar a seleção entre as oito melhores do torneio ao defender os pênaltis cobrados por Pinilla e Sánchez.

Neste sábado, Julio Cesar repetiu, em parte, o roteiro da semifinal da Copa das Confederações de 2013, quando defendeu um pênalti cobrado por Diego Forlán, sendo decisivo para a vitória do Brasil por 2 a 1. Dessa vez, porém, a sua participação teve ainda mais importância, afinal, foi em uma disputa de pênaltis que ele foi decisivo para a classificação do Brasil, e agora defendendo duas cobranças.

Naquela oportunidade, quando foi convocado por Felipão para a Copa das Confederações, a sua presença no grupo da seleção provocou muitos questionamentos, afinal, ele vivia momento difícil no Queens Park Rangers, da Inglaterra. Mas o goleiro mostrou personalidade e retribuiu a confiança de Felipão com atuações seguras.

A situação vem se repetindo na Copa. E com a atuação decisiva deste sábado, ele mantém o sonho de terminar a história do seu terceiro Mundial com um final feliz. "Quero fazer meu trabalho e comemorar com esses que duvidaram de mim. Quero curtir, com a seleção brasileira, sem responder a ninguém, cumprir o trato que fiz comigo, que tudo acabe com um final feliz", disse, em entrevista coletiva em Teresópolis, onde a seleção se concentra durante a Copa.