• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Fluminense prioriza fundamentos técnicos para o confronto contra a Ponte Preta

Esportes

Fluminense prioriza fundamentos técnicos para o confronto contra a Ponte Preta

Rio - Depois de priorizar a parte física na atividade da sexta-feira, o elenco do Fluminense foi a campo na manhã deste sábado para aprimorar os fundamentos técnicos e aumentar o entrosamento da equipe titular, que se prepara para enfrentar a Ponte Preta, na próxima quarta-feira. No início da atividade, realizado no gramado da Escola de Educação Física do Exército (EsEFEx), na Urca, e comandada pelo treinador Enderson Moreira, o elenco foi dividido em três grupos de oito jogadores, que precisaram se enfrentar em espaço reduzido.

Antes do fim do treino, Enderson ainda comandou uma espécie de coletivo em metade do gramado. Diego Cavalieri e Fred não participaram desta atividade. Assim, os titulares atuaram com Klever, Renato, Victor Oliveira, Henrique e Giovanni; Edson, Jean, Wagner, Gerson e Vinícius; Marcos Junior.

Um dos jogadores que briga para firmar sua posição entre os titulares é o lateral direito Renato, que disputa a vaga de titular com Wellington Silva. Ambos já foram opções durante esta temporada, mas desde que chegou ao Fluminense, dia 21 de maio, o técnico Enderson Moreira alçou Renato a condição de titular, posição mantida nos últimos cinco jogos. Mas a competitividade segue em alta dentro do elenco e, por isso, o camisa 16 destaca também os pontos fortes do companheiro de posição, Wellington Silva.

"É uma briga sadia. Respeito muito o Wellington Silva e a briga entre nós é muito boa. Independentemente de quem jogar, muda pouca coisa. O professor Enderson (Moreira) pode ficar tranquilo porque ele tem duas boas opções para a posição. Estamos aqui para fazer o que ele pede", afirmou Renato.

Entre o último jogo, o duelo contra o Palmeiras, no dia 14, e o confronto diante da Ponte Preta, na próximo quarta-feira, às 19h30, no Maracanã, serão dez dias. Um tempo pouco comum na maratona de partidas em sequência que costuma ser o Brasileirão. Por esse motivo, Renato destaca os aspectos positivos desse tempo de preparação para encarar o próximo adversário.

"Tivemos mais tempo para trabalhar e isso ajuda muito o professor e também o grupo. Pensando também na recuperação de alguns atletas que estão vindo de lesão, esse tempo ajuda bastante. Teremos um jogo difícil pela frente. A equipe da Ponte Preta é muito qualificada. Sabemos das dificuldades desse jogo, mas estamos jogando em casa, temos que ir para cima buscar o resultado e tomara que consigamos os três pontos", completou o lateral-direito.

O Fluminense volta a treinar neste domingo, 21, às 10h30, também no campo da EsEFEx.