• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Luxemburgo faz alerta e vê Vasco como mais uma decisão para o Cruzeiro

  • COMPARTILHE
Esportes

Luxemburgo faz alerta e vê Vasco como mais uma decisão para o Cruzeiro

Belo Horizonte - A recuperação do Cruzeiro no Campeonato Brasileiro coincidiu com a chegada de Vanderlei Luxemburgo, que venceu os dois jogos em que esteve à frente do time, diante de Flamengo e Atlético Mineiro. O treinador, porém, não quer saber de acomodação, ainda mais que o time segue distante dos líderes do torneio. Por isso, pede para seus jogadores encararem o duelo com o Vasco, neste sábado, em São Januário, pela sétima rodada, como uma decisão.

"O Flamengo e o Atlético-MG já ficaram para trás, agora o Vasco da Gama, sabemos da dificuldade que vamos encontrar nesta partida, o time deles que não vem bem na competição e que ficou essa semana em Atibaia (o Vasco, na verdade, foi para Mangaratiba) se preparando para o jogo. Então será um jogo de decisão. O comportamento da nossa equipe tem que ser melhor e também tem que ser de decisão", disse.

A partida com o Vasco, aliás, será histórico para Fábio, que se isolará como jogador que mais duelos disputou pelo Cruzeiro - 634. Luxemburgo exaltou o seu goleiro, de 34 anos, e destacou que ele continua atuando em alto nível.

"É uma longevidade difícil de se ver hoje em dia no futebol, ele fez isso com muita competência, caso o contrário ele já teria saído daqui, é o capitão da nossa equipe e eu acho que a idade dele é muito tranquila para o futebol. Poderia jogar mais tempo tranquilamente pela sua equipe", afirmou, avaliando que agora Fábio precisa buscar outros motivos para seguir motivado, como disputar a Copa do Mundo de 2018 pela seleção brasileira.

"Acho que o Fábio tem uma carreira brilhante aqui no Cruzeiro com a conquista desse bicampeonato nacional, e acho também que na carreira dele será preciso traçar outros metas, como por exemplo a conquista de vaga para disputar um mundial pela Seleção Brasileira. Não vejo nenhum problema pela idade, vários goleiros já disputaram a Copa do Mundo com mais de 40 anos, então ele precisa tratar isso como objetivo e não pode dar a carreira dele como por satisfeito", completou o treinador.