• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Luxemburgo revela conversa com jogadores, mas dedica vitória a Marcelo Oliveira

  • COMPARTILHE
Esportes

Luxemburgo revela conversa com jogadores, mas dedica vitória a Marcelo Oliveira

Belo Horizonte - Apresentado à tarde como novo técnico do Cruzeiro, Vanderlei Luxemburgo conseguiu horas depois sua primeira vitória neste retorno ao clube ao passar por 1 a 0 pelo Flamengo, no Mineirão, pelo Brasileirão. O treinador revelou que teve uma longa conversa com o elenco antes da partida, mas admitiu que os méritos do resultado são dos jogadores e de seu antecessor, Marcelo Oliveira.

"Não jogamos uma partida brilhante, mas jogamos com a noção que eu conversei e introduzi. Antes, gostaria de enaltecer, essa vitória tem o mérito do Marcelo (Oliveira) e dos jogadores. Cheguei hoje (quarta), não sou nenhum mágico e nenhuma ciência exata do futebol que se bota no tubo de ensaio sai perfeita. Então isso pertence ao Marcelo e aos jogadores que conquistaram a vitória e eu contribuí com minha experiência, porque existia alguma coisa adormecida, o que é normal. Trabalhamos no inconsciente dos jogadores sem perceber. A ambição pela vitória, o entusiasmo e a vontade de querer ganhar, foi isso que tentei despertar nos jogadores", disse.

Luxemburgo revelou que tentou dar uma injeção de ânimo nos atletas, ainda abalados pela eliminação para o River Plate nas quartas de final da Libertadores. O treinador também levou seus conhecimentos sobre o Flamengo, que comandava até a semana passada, principalmente aos volantes Charles e Henrique.

"A equipe tem qualidade, veio de uma derrota que gerou muita cobrança, e isso reflete na torcida, diretoria e jogadores. Não deixamos o Flamengo escapar nos contragolpes que são a força deles. Henrique e Charles estavam muito bem posicionados para marcar essa bola que ia para o Paulinho ou para o Marcelo Cirino, então eles não aproveitaram, pois não tinha espaços para velocidade. Com isso, fomos merecedores", avaliou.