• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Após volta por cima, Cássio vê seu momento mais regular no gol do Corinthians

Esportes

Após volta por cima, Cássio vê seu momento mais regular no gol do Corinthians

São Paulo - No ano passado, Cássio virou reserva de Walter no Corinthians, ficou em baixa e quase saiu do Parque São Jorge. Mas em 2017 ele deu a volta por cima, assumiu novamente o gol da equipe e tem sido um dos pilares da ótima campanha do clube no Campeonato Brasileiro, com a liderança isolada e mais da metade dos jogos no ano sem ser vazado.

"Acho que do ponto de vista da regularidade, esse é meu melhor ano, para ser bem honesto. Minha equipe ajuda, mas estou conseguindo manter a regularidade e acho que venho muito bem esse ano. Falava-se muito em momentos decisivos em que eu aparecia bem. Esse é meu sexto ano aqui e é o mais regular", afirmou o goleiro, nesta quinta-feira, em entrevista coletiva.

Cássio enaltece o trabalho da equipe e do técnico Fabio Carille, que implantou um sistema de jogo bem parecido com o qual Tite foi vitorioso no clube. Atuando no esquema 4-1-4-1, o Corinthians mostra uma defesa sólida e um ataque que está cada vez melhor e mais entrosado.

"A diretoria dá tranquilidade para trabalharmos. Depois vem o treinador, que tem total controle do grupo, e os jogadores que estão entendendo e jogando pelo treinador até a morte. O principal é ter um técnico que todo mundo respeita e é muito franco. A marca dessa equipe é o trabalho", comentou.

Para domingo, Cássio sabe que o Corinthians terá os reforços do lateral-direito Fagner e do meia Rodriguinho, que estavam com a seleção brasileira para a disputa de dois amistosos na Austrália. Ele entende que os dois jogadores vão ajudar bastante a equipe para buscar mais uma vitória fora de casa, desta vez contra o Coritiba, pela oitava rodada do Brasileirão.

"Fagner e Rodriguinho são dois ótimos jogadores. Não tem como falar que não ganhamos com eles em campo, pois são jogadores de seleção. O Fagner é experiente, ajuda dentro e fora de campo, é um cara que já conhece o jeito de jogar da nossa equipe. O Rodriguinho tem transição muito boa, da defesa para o ataque, e faz muitos gols. Acho que ambos vão agregar", completou.