• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Juventus oficializa rescisão de contrato e dá adeus a Daniel Alves

Esportes

Juventus oficializa rescisão de contrato e dá adeus a Daniel Alves

Daniel Alves atuou por 33 vezes, marcou seis gols e participou da criação de 68 chances de gol. O lateral tocou na bola 2.700 vezes e fez 107 cruzamentos transversais

A Juventus oficializou nesta quinta-feira a rescisão de contrato do lateral-direito Daniel Alves. A nota emitida sobre a saída do brasileiro foi curta, com o clube se limitando a destacar os números do jogador brasileiro na temporada em que defendeu suas cores.

Com a camisa da Juventus, lembra o texto, Daniel Alves atuou por 33 vezes, marcou seis gols e participou da criação de 68 chances de gol. Ainda segundo as estatísticas divulgadas pelo clube, o lateral tocou na bola 2.700 vezes em 2.500 minutos em campo e fez 107 cruzamentos transversais.

Pela Juventus, Daniel Alves participou da conquista do título do Campeonato Italiano, o sexto consecutivo do time, da Copa da Itália e também fez parte do grupo que chegou à final da Liga dos Campeões da Europa.

O tom seco do comunicado pode ter tido origem em recentes declarações de Daniel Alves sobre o atacante Dybala, um dos destaques da equipe italiana. O lateral disse que o argentino, se quisesse evoluir seu futebol, deveria se transferir. O brasileiro também afirmou que o time de Turim não mereceu conquistar a Liga dos Campeões, na decisão diante do Real Madrid - vencida pelos espanhóis por 4 a 1.

As palavras de Daniel Alves provocaram a ira de torcedores da Juventus e o atleta, ao utilizar as redes sociais para se despedir, fez questão de agradecer a equipe e pedir desculpas pelas declarações anteriores. "Peço perdão aos torcedores da Juventus se em algum momento disse algo que lhes ofendeu. Nunca, jamais tive esta intenção, apenas tenho uma forma de viver as coisas espontaneamente que poucos entendem", escreveu.

Daniel Alves ainda não revelou o seu destino, mas admitiu o desejo de atuar na Inglaterra. O Manchester City, dirigido por Pep Guardiola, deve ser a nova casa do lateral brasileiro, um dos jogadores mais vencedores do futebol mundial na atualidade. Ele já obteve 34 títulos na carreira, a uma conquista do galês Ryan Giggs (35) e três de Pelé (37).