• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Flamengo perde do Atlético-PR e cai para a lanterna

Esportes

Flamengo perde do Atlético-PR e cai para a lanterna

O Flamengo esperou 45 dias para deixar a incômoda penúltima colocação do Campeonato Brasileiro. O time recebeu o Atlético-PR, fez uma partida ruim e saiu de campo derrotado por 2 a 1

A equipe carioca está na lanterna do Brasileirão Foto: R7

Rio - O Flamengo esperou 45 dias para deixar a incômoda penúltima colocação do Campeonato Brasileiro. Mas a parada da Copa do Mundo parece não ter servido para muita coisa. Nesta quarta-feira, o time recebeu o Atlético-PR em Macaé, fez uma partida ruim e saiu de campo derrotado por 2 a 1. Pior: com a vitória do Figueirense sobre o Coritiba, o time rubro-negro vai encerrar a rodada na lanterna da competição.

Sem vencer há sete partidas, o técnico Ney Franco decidiu mexer no time. O treinador devolveu a titularidade ao goleiro Felipe, escalou Recife como volante e decidiu mudar o esquema tático para o 3-5-2. Mas não resolveu.

A equipe carioca até que começou melhor. Com mais posse de bola, e buscando o ataque pelos flancos, em especial o esquerdo, o Flamengo criou as primeiras oportunidades, principalmente com Ederson e Alecsandro.

Aos poucos, porém, o Atlético foi descobrindo o caminho das pedras: o contragolpe pelo seu lado direito. A partir dos 15 minutos, o time treinado por Doriva passou a atacar com insistência por aquele setor. E foi por lá que nasceu o primeiro gol. Aos 20, Douglas Coutinho, recebeu lançamento e, da entrada da área, tocou por cobertura na saída de Felipe.

O gol abateu o Flamengo, que nos dez minutos seguintes criou pouco e errou muito. Mas o time carioca acabou achando um gol. Aos 34, Mugni - que acabara de entrar na vaga do lesionado Paulinho - cobrou escanteio e Samir, de cabeça, empatou.

Na etapa final o Flamengo voltou melhor. Alecsandro concluiu por cima aos 3 e acertou o travessão aos 10. Mas, se o ataque passou a funcionar, o mesmo não se pode dizer da defesa. Aos 15, após falha coletiva do setor, Cleberson apareceu no meio da área e tocou por baixo de Felipe, colocando a equipe paranaense novamente à frente.

A partir daí o Atlético-PR se recolheu na defesa e tratou de explorar os contragolpes. Desordenado, às vezes subindo em blocos, o Flamengo se jogou ao ataque. Em vão. Já aos 35, a equipe que jogava mal em campo ainda teve que ouvir os gritos de "time sem vergonha". No fim, saiu vaiado. E na lanterna.

FICHA TÉCNICA:

FLAMENGO 1 x 2 ATLÉTICO-PR

FLAMENGO - Felipe; Chicão, Wallace e Samir (Nixon); Leo Moura, Recife, Elano (Luiz Antônio), Everton e André Santos; Paulinho (Lucas Mugni) e Alecsandro. Técnico: Ney Franco.

ATLÉTICO-PR - Weverton; Sueliton, Cleberson, Leo Pereira e Lucas Olaza; Derley (Paulinho Dias), Otávio, Marcos Guilherme e Bady (Marcelo); Douglas Coutinho e Ederson (João Paulo). Técnico: Doriva.

GOLS - Douglas Coutinho, aos 19, e Samir, aos 34 minutos do primeiro tempo. Cleberson, aos 15 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Lucas Olaza, Elano, Douglas Coutinho e João Paulo.

ÁRBITRO - Paulo Henrique de Godoy Bezerra (SC).

RENDA - R$ 153.895,00.

PÚBLICO - 5.329 pagantes (6.692 no total).

LOCAL - Estádio Moacyrzão, em Macaé (RJ).