• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Fluminense vence Santos e sobe para 3º no Brasileirão

Esportes

Fluminense vence Santos e sobe para 3º no Brasileirão

São Paulo - Em um confronto direto na luta pelas primeiras colocações no Campeonato Brasileiro, o Fluminense se deu melhor e se recuperou ao derrotar o Santos por 1 a 0, em Volta Redonda (RJ), no Estádio Raulino Oliveira, em partida válida pela 11ª rodada. O duelo foi definido com um belo gol marcado pelo meia argentino Darío Conca durante o segundo tempo.

A vitória encerra uma série de três partidas sem triunfos do Fluminense no Campeonato Brasileiro e recoloca o time no grupo dos quatro primeiros colocados, que se classificam para a próxima edição da Copa Libertadores, ao atingir os 19 pontos, em terceiro lugar. Já o Santos vinha embalado por três vitórias e cinco partidas sem perder na competição. Freado pelo Fluminense, o time da Vila Belmiro caiu para a nona colocação, com 17 pontos.

Em busca da reabilitação, o Santos volta a entrar em campo no próximo sábado, quando vai enfrentar a Chapecoense, às 18h30, na Vila Belmiro, pela 12ª rodada. No dia seguinte, às 16 horas, o Fluminense medirá forças com o Atlético Paranaense na Arena da Baixada.

O JOGO - O Santos começou melhor a partida deste domingo, pois a sua forte marcação barrava as ações ofensivas do Fluminense. Além disso, o time conseguia chegar com perigo em contra-ataques. Em um deles, aos três minutos, o lateral-esquerdo chileno Eugenio Mena, cruzou, a bola passou pela grande área do time da casa, mas ninguém finalizou.

O lance foi um reflexo do primeiro tempo, que teve ações ofensivas dos dois times, mas sem chances realmente perigosas dos dois times. O Santos tocava mais a bola no setor ofensivo, enquanto o Fluminense apostava principalmente em jogadas pelo lado esquerdo do ataque.

Ambos os times, porém, erravam muitos passes. Assim, o primeiro tempo terminou mesmo empatado em 0 a 0. E o placar levou os técnicos a realizarem substituições no intervalo. Assim como aconteceu na última quarta-feira, contra o Criciúma, Walter deixou o Fluminense no intervalo, dessa vez trocado por Rafael. E Jorge Eduardo entrou no lugar de Geuvânio.

Coincidência ou não, o segundo tempo da partida foi bem melhor. E o domínio, ao menos nos 20 minutos iniciais, foi do Fluminense. Aos cinco minutos, Cícero, que defendeu o Santos no primeiro semestre, cobrou falta, rasteira, e Aranha espalmou para evitar o gol. Logo depois, aos oito minutos, o ex-santista chegou a marcar para o time das Laranjeiras, mas a arbitragem o anulou por uma suposta falta cometida pelo zagueiro Gum no início da jogada.

Mas o Fluminense não demoraria a marcar. E foi com um belo gol, aos 17 minutos. Na entrada da grande área, Conca viu a bola quicando e chutou forte. A bola tocou no travessão antes de entrar, colocando o time carioca em vantagem.

O gol mudou o cenário da partida, com o Santos tentando pressionar o Fluminense, que passou a atuar mais recuado. E o gol de empate quase saiu aos 29 minutos, após cabeceio de Diego Cardoso, que entrou durante o segundo tempo. A bola passou por Diego Cavalieri, mas Henrique fez o corte quase em cima da linha.

O Santos voltou a ameaçar aos 32 minutos. Dessa vez, Lucas Lima, o jogador mais perigoso do time visitante na partida, cobrou falta e Diego Cavalieri fez boa defesa. Também em cobrança de falta, Conca assustou o Santos, aos 40 minutos, numa jogada em que Aranha não conseguiu segurar a bola.

Perdendo, o Santos buscou o empate até o final e esteve próximo de arrancá-lo aos 44 minutos. Mena avançou pela esquerda e tocou para trás. Livre, Arouca chutou para fora. Assim, a partida em Volta Redonda terminou mesmo com a vitória do Fluminense.

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE 1 x 0 SANTOS

FLUMINENSE - Diego Cavalieri; Bruno, Gum, Henrique e Chiquinho; Jean, Cícero, Wagner (Valencia) e Conca; Rafael Sóbis (Kennedy) e Walter (Samuel). Técnico: Cristóvão Borges.

SANTOS - Aranha; Cicinho, Bruno Uvini, David Braz e Mena; Alison, Arouca e Lucas Lima; Geuvânio (Jorge Eduardo), Gabriel (Stéfano Yuri) e Rildo (Diego Cardoso). Técnico: Oswaldo de Oliveira.

GOL - Conca, aos 17 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Cícero e Henrique (Fluminense); David Braz (Santos).

ÁRBITRO - Leandro Pedro Vuaden (Fifa/RS)

PÚBLICO - 3.750 pagantes (4.789 presentes)

RENDA - R$ 52.480.

LOCAL - Estádio Raulino Oliveira, em Volta Redonda (RJ).