• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Após nova reclamação de jogador, Osorio admite surpresa com rebeldia no São Paulo

Esportes

Após nova reclamação de jogador, Osorio admite surpresa com rebeldia no São Paulo

São Paulo - Aos poucos, o São Paulo ganha a cara de Juan Carlos Osorio, mas algo que o treinador precisa administrar melhor é o lado psicológico de alguns atletas. Depois de Michel Bastos e Centurión, agora foi a vez de Paulo Henrique Ganso reclamar de uma decisão do treinador. Durante a partida contra o Coritiba, neste sábado, no Morumbi, o meia foi substituído por Boschilia e deixou claro sua irritação. Ao sair do campo, chutou um copo de água e não quis cumprimentar o treinador. Osorio admite que está surpreso com a postura dos atletas da equipe.

"Eu não tomo nada para o lado pessoal e entendo a pulsão e adrenalina em alta durante o jogo. Mas não acredito que eles são felizes fazendo isso. Tem que ter respeito com o companheiro que vai entrar. Essa postura me surpreende", disse o treinador, que reafirmou não ter problema com Ganso. "Essas coisas não me perturbam, mas acho que não é bom para o coletivo", comentou.

Antes de Ganso, Michel Bastos também reclamou de ser substituído. Na partida contra o Fluminense, no dia 5, o jogador deixou o gramado falando diversos palavrões. O curioso é que em seu lugar entrou Centurión, que após a partida também reclamou. "Entrando do banco para jogar 10 minutos, nem o melhor jogador do mundo poderia fazer mágica", escreveu o argentino, pelo fato de aquela partida diante do rival carioca ter acabado em 0 a 0.

Na verdade, Centurión entrou aos 22 minutos da etapa final. Na segunda-feira, os dois pediram desculpas ao treinador e aos companheiros de time. E ambos foram titulares na partida contra o Coritiba. Centurión, inclusive, marcou o gol que abriu o caminho da vitória por 3 a 1 neste sábado.