• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Armador Helinho anuncia aposentadoria do basquete aos 40 anos

  • COMPARTILHE
Esportes

Armador Helinho anuncia aposentadoria do basquete aos 40 anos

Franca - Um dos jogadores mais vitoriosos do basquete brasileiro nos últimos tempos, o armador Helinho colocou fim na sua carreira profissional nesta quinta-feira. Aos 40 anos, o agora ex-atleta de Vasco, Franca e Uberlândia anunciou a decisão em emocionada carta de despedida.

"Confesso que estou com o coração apertado, porque depois de conversar muito com a minha família resolvi que vou parar de jogar basquete profissionalmente. Apesar disso, também estou muito feliz por olhar para trás e ver o quanto fui abençoado. Agradeço muito a Deus por ter tido uma carreira vitoriosa, mas, acima de tudo, pelo que o basquete me proporcionou e continuará proporcionando como as amizades, as viagens, o aprendizado nas vitórias e nas derrotas, o carinho das crianças, etc.", escreveu.

Foram 25 anos de basquete entre a base e o profissional, sendo a maior parte deles, 18, com a camisa do clube de sua cidade natal: Franca. Foi lá que Helinho iniciou a carreira. O armador também se destacou com as camisas do Vasco e do Uberlândia, antes de voltar ao time do interior paulista, que defendeu na última edição do NBB.

"Quero agradecer às torcidas e diretores de Franca, Vasco e Uberlândia, clubes que acreditaram no meu trabalho e nos quais tive a honra e o prazer de jogar. Um agradecimento especial para os meus conterrâneos e minha cidade natal, Franca, onde desde que nasci tive o carinho e o apoio de todos aqueles que, assim como eu, são apaixonados pelo basquete", comentou.

Helinho também marcou época na seleção brasileira e disputou os Mundiais de 1998 e 2002. Em boa parte da carreira, tanto em clubes quanto com a camisa do País, teve a oportunidade de ser comandado por seu pai, o técnico Hélio Rubens, a quem também fez questão de agradecer.

"E para finalizar, agradecer meu pai, que através do basquete me educou, disciplinou, motivou e mostrou o quanto é importante amar aquilo que a gente faz para estar sempre buscando superar as nossas próprias limitações."

O Franca aproveitou para reconhecer a importância do agora ex-jogador em sua história. "O Franca Basquetebol Clube só tem a agradecer ao Helinho, pela dedicação e amor à camisa, como poucos fizeram. É uma honra tê-lo no passado, no presente, e, com certeza, no futuro do clube. Você é a história viva da Capital do Basquete. Obrigado, Helinho!".