• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Caio é bronze na marcha e Brasil segue 100% no pódio do atletismo no Pan

Esportes

Caio é bronze na marcha e Brasil segue 100% no pódio do atletismo no Pan

Toronto - Três provas do atletismo (todas de rua) e três pódios do Brasil. Por enquanto, é perfeito o desempenho da delegação brasileira nos Jogos Pan-Americanos de Toronto. Depois da prata de Erica Sena na prova feminina, Caio Sena Bonfim ganhou o bronze nos 20km entre os homens, quebrando um jejum de 24 anos sem pódio do Brasil. No sábado, Adriana Aparecida ganhou a prata na maratona.

Caio (que não tem nenhum vínculo de parentesco com Erica), completou a prova em 1h24min43s, longe dos seus melhores resultados do ano - já ficou na casa do 1h21min em quatro competições nesta temporada.

O brasiliense, de apenas 21 anos, treinado pela mãe (Gianeti Sena), manteve-se o tempo todo junto ao pelotão, enquanto os canadenses Evan Dunfee (ouro) e Iñaki Gomez (prata) escaparam.

Caio acabou beneficiado pela eliminação do guatemalteco Erick Barrondo, bronze nos Jogos Olímpicos de Londres-2012, desqualificado no último quilômetro. O brasileiro, que já havia desgarrado do pelotão, herdou o terceiro lugar, que era de Barrondo, ouro em Guadalajara. Caio chegou 1min37s atrás do campeão e a quase meio minuto do quarto colocado.

Na marcha atlética, o atleta não pode tirar os dois pés do chão ao mesmo tempo (o que configura corrida). O marchador é eliminado ao receber a segunda advertência.

O Brasil não tem tradição nas provas de marcha atlética, que no continente são dominadas por Equador, Guatemala e México. Desde o bronze de Marcelo Palma, em Havana (1991), esses três países dominaram o pódio. Só agora em Toronto a hegemonia acabou.

Mais cedo, Erica Sena, pernambucana, se tornou a primeira brasileira a ganhar medalha na marcha atlética, na prova de 20km (única disputada no Pan). Os resultados coroam o grande momento vivido pela marcha atlética do País, em um ano em que já foram batidos os recordes brasileiros dos 20km feminino (com a própria Erica) e dos 50km masculino (Mario José).

Caio Sena é o quinto colocado no ranking do Circuito Mundial da marcha atlética, o equivalente, da disciplina, à Diamond League. Está logo atrás de Barrondo. A liderança do ranking é o equatoriano Andrés Chocho, marido de Erica, que não competiu no Pan.