• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Luxemburgo pede para que o Cruzeiro não pense na zona de rebaixamento

  • COMPARTILHE
Esportes

Luxemburgo pede para que o Cruzeiro não pense na zona de rebaixamento

Belo Horizonte - Depois de um bom início de trabalho, com três vitórias seguidas, o Cruzeiro de Vanderlei Luxemburgo já começa a ser ameaçado pela zona de rebaixamento. Depois da derrota por 1 a 0 para o Fluminense (a quarta em cinco partidas), o time mineiro aparece apenas no 12.º lugar, a três pontos da zona de degola.

Vanderlei Luxemburgo não nega a pressão pelo risco de rebaixamento, mas diz que o Cruzeiro tem que pensar no G4, que está 10 pontos acima. "Vem uma pressão psicológica por causa de estar perto do Z4 (zona de rebaixamento) e a gente passa a olhar para trás. A gente quer enxergar para frente. Não estamos tão distantes do G4. Se você falar muito em Z4, a gente vai começar a ver a zona de rebaixamento mais perto."

Para o treinador, apesar da distância para o sexto colocado ser de 10 pontos, basta ao Cruzeiro conquistar duas vitórias para entrar na briga pela Libertadores. Para tanto, usa como exemplo o Palmeiras de Marcelo Oliveira, exatamente a quem substitui no comando do Cruzeiro.

"Mais duas vitórias e a gente avança em direção para brigar pela zona da Libertadores. O Palmeiras venceu partidas seguidas, estava lá embaixo e está perto do G4. Tem que ter calma no Campeonato Brasileiro", disse. O Palmeiras vem de quatro vitórias seguidas e ocupa o sexto lugar.

Sobre a partida contra o Fluminense, Luxemburgo disse que a derrota é "normal". "Sabíamos que seria um jogo difícil. Um jogo bem amarrado, bem truncado. Seria decidido em um contra-ataque nosso ou deles, ou mesmo numa bola parada. Claro que é mais uma derrota, mas perder para o Fluminense aqui é um resultado normal. O importante é que a equipe lutou, se apresentou bem. A gente criou poucas situações, mas estamos evoluindo."