• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Magnano admite que Brasil deveria ter feito mais testes antes do Pan

  • COMPARTILHE
Esportes

Magnano admite que Brasil deveria ter feito mais testes antes do Pan

Toronto - Enquanto espera pela definição sobre a vaga direta na Olimpíada do Rio-2016, a seleção masculina de basquete inicia nesta, a partir das 11h30 (horário de Brasília), sua participação nos Jogos Pan-Americanos de Toronto. Apesar de o time não contar com os jogadores que atuam na NBA e de ser bem diferente daquele que caiu nas quartas de final do Mundial do ano passado, o técnico Ruben Magnano acredita que o Brasil vai brigar por medalha.

"A equipe trabalhou mais de um mês justamente para ter objetivos de excelência. A competição é importante para dar experiência aos jogadores novos. Esperamos fazer o melhor", disse o treinador após comandar o último treino antes da estreia.

Magnano teve um mês para preparar o time, mas considerou que o trabalho não foi o ideal. "Talvez a qualidade dos nossos amistosos não tenha sido tudo o que precisávamos. Jogamos um único jogo verdadeiramente importante, contra a seleção do México. Os outros foram contra equipes com jogadores de nível inferior, o que não permitiu que variássemos muito as jogadas. Eu gostaria de ter jogado com equipes com jogadores um pouco mais fortes", ponderou.

Mesmo assim, o treinador acredita que a equipe está pronta para chegar ao pódio e de evitar repetir o fiasco de Guadalajara, quando levou uma virada no último quarto da partida derradeira da primeira fase, diante da República Dominicana, e acabou eliminada.

"No momento em que você joga cinco contra cinco, as condições estão dadas, assim como no momento em que você se prepara para isso as condições estão dadas. Vamos ver se estamos à altura da competição para brigar por uma medalha."

O treinador também não escondeu que o imbróglio envolvendo a vaga direta nos Jogos do Rio-2016 - a Federação Internacional de Basquete irá definir isso somente no mês que vem - incomoda. "Eu ainda não tenho nenhuma resposta de que nós estejamos classificados. Eu ainda estou esperando, não tenho uma resposta firme que nós já estejamos nos Jogos Olímpicos. Desde que acabou o Mundial e surgiu essa questão eu vivo num estado de dúvida, e é claro que atrapalha o trabalho."