• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Mogi Mirim perde do Bragantino após expulsão inusitada de zagueiro

Esportes

Mogi Mirim perde do Bragantino após expulsão inusitada de zagueiro

Mogi Mirim - O Mogi Mirim perdeu a série de quatro jogos invictos na Série B do Campeonato Brasileiro na noite desta terça-feira ao ser derrotado por 3 a 2 pelo Bragantino, pela 15ª rodada, no Estádio Romildo Ferreira, em Mogi Mirim. O time da casa jogou com um a menos em campo desde o início do segundo tempo, graças à expulsão inusitada do zagueiro Paulão.

Ele trocou a camisa no intervalo e, ao invés de colocar a número quatro, entrou em campo com a três, também usada pelo Fábio Sanches. Alertado pelo árbitro reserva, o Antônio Rogério Batista do Prado chamou Paulão e aplicou o cartão amarelo, o segundo do jogador na partida.

Com esta derrota, o Mogi continua na zona do rebaixamento, com 13 pontos, em 18º lugar. O Bragantino, que vinha de derrotas para o Luverdense e o Atlético-GO, atingiu os 19 pontos, em 11º lugar.

O JOGO - O Bragantino entrou bem armado, com dois zagueiros protegidos por um volante. O time se fechou e apostou no erro do adversário. Foi eficiente ao aproveitar a primeira falha. Hygor, que substituiu o volante Magal, suspenso com três cartões, tentou recuar a bola para Fábio Sanches. O zagueiro não entendeu e deu um passo para trás, o suficiente pra que Jocinei roubasse a bola. Ele avançou até a entrada da área e fez o passe perfeito para a finalização de Alan Mineiro, que ajeitou a bola e bateu no canto direito de Daniel. Isso, aos 20 minutos.

A partir daí, o Mogi ficou nervoso e começou a errar passes. O técnico Sérgio Guedes tentou arrumar a marcação com a entrada de Gustavo no lugar de Memo. Os laterais não tinham espaço para avançar e a bola não chegava nos pés dos atacantes. O visitante poderia ter aproveitado estes momentos de instabilidade para ampliar o placar. Mas pouco criou.

No começo do segundo tempo aconteceu um lance curioso. O zagueiro Paulão trocou a camisa nos vestiários, mas ao invés de pegar a camisa quatro ele pegou a três, que era usada também por Fábio Sanches. Ele foi amarelado pela segunda vez e foi expulso. De forma correta. Mesmo com um a menos, o Mogi voltou melhor, mais agressivo, explorando os laterais e chegou ao empate.

Aos 10 minutos, após escanteio cobrado com efeito pelo lado esquerdo, o goleiro Douglas saiu errado na bola e Geovane escorou de cabeça para as redes, deixando tudo igual. O time da casa seguiu melhor em campo, mas Sérgio Guedes, aos 20 minutos, foi obrigado a reforçar a marcação com a entrada do volante Franco no lugar do meia Elvis.

Quando o Mogi estava melhor, o Bragantino fez o segundo gol. Rodolfo cruzou do lado direito, Jonathan, na pequena área, atrapalhou o goleiro Daniel e a bola sobrou do outro lado para Lincon, que tocou de perna esquerda para as redes, aos 26 minutos. Na valentia o time da casa empatou aos 32. Edson Ratinho desceu pelo lado direito e cruzou rasteiro, a bola desviou entre as pernas do zagueiro Leandro Silva e sobrou para o chute certeiro de Geovane no canto direito de Douglas.

Exausto, o artilheiro da noite, Geovane, pediu para sair. Em seu lugar entrou o zagueiro Renato Camilo para recompor o setor defensivo. O jogo continuou equilibrado, mas o Bragantino fez o gol da vitórias aos 47 minutos. Alan Mineiro fez o levantamento para a área e o volante Éverton Dias apareceu para tocar de cabeça no canto baixo de Daniel.

Na sexta-feira, o Mogi Mirim já volta a campo pela 16ª rodada. Vai até Belém enfrentar o Paysandu, às 21h30. O Bragantino, sem Jocinei, suspenso, fecha a rodada no sábado, às 21 horas, no Nabizão, em Bragança Paulista, contra o Ceará, que tenta deixar a zona de rebaixamento.

FICHA TÉCNICA:

MOGI MIRIM 2 x 3 BRAGANTINO

MOGI MIRIM - Daniel; Edson Ratinho, Fábio Sanches, Paulão e Luan; Henrique Mota, Hygor, Memo (Gustavo) e Élvis (Franco); Geovane (Renato Camilo) e Rivaldo Junior. Técnico: Sérgio Guedes.

BRAGANTINO - Douglas; Rodney, Leandro Silva, Luan e Roberto (Moisés); Everton Dias, Wigor, Jocinei (Lincon) e Alan Mineiro; Chico (Jonathan) e Rodolfo. Técnico: Wagner Lopes.

GOLS - Alan Mineiro, aos 20 minutos do primeiro tempo. Geovane, aos 10 e aos 32, e Lincon, aos 26 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Antônio Rogério Batista do Prado (SP)

CARTÕES AMARELOS - Paulão e Luan (Mogi Mirim); Jocinei, Jonathan, Moisés e Lincon (Bragantino).

CARTÃO VERMELHO - Paulão (Mogi Mirim).

RENDA - R$ 19.820,00.

PÚBLICO - 1.572 pagantes.

LOCAL - Estádio Romildo Ferreira, em Mogi Mirim (SP).