• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Apresentado, técnico Montella exalta que Milan precisa voltar a torneios europeus

  • COMPARTILHE
Esportes

Apresentado, técnico Montella exalta que Milan precisa voltar a torneios europeus

Milão - Apresentado oficialmente nesta quinta-feira como novo técnico do Milan, Vincenzo Montella exaltou a necessidade de o time voltar a disputar com frequência as principais competições do futebol europeu. Em crise financeira nos últimos anos, o clube deixou de ter o protagonismo de outros tempos e passou a sequer se classificar para a Liga Europa - terminou a edição anterior do Campeonato Italiano apenas na sétima posição.

"É inaceitável que o Milan não jogue as copas europeias há três anos. Vamos trabalhar para garantir que possamos em breve voltar a colocar o Milan onde o clube merece. Temos de voltar à Europa, esse é o nosso objetivo", ressaltou o treinador, em entrevista coletiva, ao se referir ao time que é o segundo maior vencedor da história da Liga dos Campeões da Europa, com sete taças, ficando atrás apenas do Real Madrid, que tem 11.

Montella foi apresentado dois dias depois de Silvio Berlusconi, presidente e proprietário do clube, ganhar alta do hospital em que foi submetido a uma cirurgia cardíaca, em Milão, onde o dirigente confirmou que venderá as ações do Milan a um grupo de investidores chineses por cerca de 400 milhões de euros. O também ex-primeiro-ministro da Itália disse que aceitou a proposta dos asiáticos para que o clube possa voltar a brigar por títulos e justifique a sua enorme tradição como uma das principais equipes do cenário mundial em todos os tempos.

E, ao ser questionado sobre quais reforços ele gostaria que o clube contratasse para a próxima temporada do futebol europeu, Montella avisou que vai procurar "jogadores funcionais de acordo com o seu modo de jogar" e que seu trabalho é "dar instruções e, em seguida, o clube escolherá os jogadores que considere apropriados, tanto técnica quanto economicamente".

Ex-comandante de Catania, Fiorentina e Sampdoria no futebol italiano, Montella também fez vários elogios ao atacante colombiano Carlos Bacca, que foi o maior artilheiro da equipe na temporada passada, com 18 gols. "Não gosto de falar de individualidades, mas Bacca é um jogador de seleção, é uma garantia de gols. É um jogador completo", ressaltou o treinador.

Em sua apresentação oficial, Montella ainda negou que tenha pedido a contratação do meia espanhol Borja Valero, da Fiorentina, que já foi seu jogador entre 2012 e 2015. "Absolutamente não, não falei dele com o clube", disse o técnico, mas ao mesmo tempo ele admitiu que gosta do futebol de Valero e que gostaria de contar com atletas "que já conhecem os seus métodos de trabalho".

Com apenas 42 anos de idade, o novo técnico do Milan trilhou quase toda a sua carreira de jogador no futebol italiano, no qual teve maior destaque com a camisa da Roma. O ex-atacante marcou 118 gols em 267 jogos pelo time da capital nacional, no qual iniciou a sua trajetória como treinador nas divisões de base do clube, antes de assumir brevemente o time principal após a demissão de Claudio Ranieri, em 2011. Naquele mesmo ano ele foi contratado pelo Catania, antes de seguir para a Fiorentina em 2012 e depois para a Sampdoria na temporada 2015/2016.