• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Beale alega 'razões pessoais' ao deixar o São Paulo e enaltece Rogério Ceni

Esportes

Beale alega 'razões pessoais' ao deixar o São Paulo e enaltece Rogério Ceni

São Paulo - Michael Beale usou neste sábado as redes sociais para explicar a sua demissão do cargo de auxiliar técnico do São Paulo. O inglês postou uma mensagem em português no Instagram e tentou acabar com alguns boatos que surgiram sobre a sua saída. "Não é verdade que estamos infelizes vivendo aqui, tivemos uma experiência maravilhosa. A decisão foi tomada por razões pessoais, que permanecerão privadas entre mim e a administração do clube", escreveu.

O profissional ficou pouco mais de seis meses na comissão técnica. Pessoas ligadas à diretoria sugerem que ele possa ter sentido a pressão pelo mau momento do clube, que tem apenas um ponto acima da zona de rebaixamento no Campeonato Brasileiro.

"Não vou quebrar meu relacionamento com o clube falando por fora. Aqueles que o fazem, trabalham abaixo do nível deste ótimo clube", disse o inglês. "Isto é importante lembrar nestes momentos em que as pessoas procuram problemas que não existem. Não tenho palavras ruins para dizer. Eu não estou indo embora por causa de uma discussão ou porque eu tenho um novo clube", justificou.

Rogério Ceni conheceu Michael Beale quando estagiou no Liverpool antes de assumir o comando do São Paulo. O inglês era o técnico da equipe sub-23. "Agora é hora de agradecer muito ao São Paulo Futebol Clube. Eu fiz muitos amigos no Brasil - dentro do SPFC e fora do clube. O povo do Brasil tem sido maravilhoso comigo e minha família e só podemos agradecer a todos" comentou.

Por fim, agradeceu o amigo Rogério Ceni, a quem chamou de irmão em um post anterior. "A verdade é que meu relacionamento profissional com o Rogério é excelente. Rogério é meu grande amigo e desejo-lhe um ótimo futuro", finalizou.

Michael Beale é mais uma baixa de uma sequência que Rogério Ceni precisa lidar ao longo da temporada. Nesta semana, o zagueiro Maicon foi vendido ao Galatasaray, da Turquia. Somente em 2017, o São Paulo negociou David Neres, Augusto Galvan, Lyanco e Luiz Araújo.

Por outro lado, chegaram ao Morumbi nomes como o volante Petros (Betis), o meia Maicosuel (Atlético Mineiro), o zagueiro equatoriano Robert Arboleda (Universidad Católica-EQU) e o meia argentino Jonathan Gómez, (Independiente Santa Fe, da Colômbia). O clube negocia o empréstimo do volante Matheus Jesus, que estava na Ponte Preta e acertou com o Estoril, de Portugal, nesta semana.