• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Ídolo do Botafogo e com passagem pela seleção, Perivaldo morre aos 64 anos

Esportes

Ídolo do Botafogo e com passagem pela seleção, Perivaldo morre aos 64 anos

Rio - Apenas um dia após a morte do ex-goleiro Max, o Botafogo perdeu mais um ex-jogador. Nesta quinta-feira, o clube carioca comunicou o falecimento do ex-lateral-direito Perivaldo, que estava com 64 anos, teve passagem marcante pelo time e também defendeu a seleção brasileira.

Perivaldo, que também ficou conhecido pelo apelido Peri da Pituba, faleceu na última madrugada, quando estava internado em um hospital por causa de uma pneumonia. O clube pretende realizar um minuto de silêncio no próximo sábado, quando o time vai receber o São Paulo, no Engenhão, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro.

"O Botafogo decreta luto e solicitará um minuto de silêncio na partida de sábado, contra o São Paulo, no Estádio Nilton Santos (como o time carioca se refere ao Engenhão). O clube presta solidariedade a familiares e amigos neste momento difícil", afirmou o clube carioca em um comunicado oficial.

Natural de Itabuna, Perivaldo foi revelado pelas categorias de base do Bahia, vivendo os melhores momentos da sua carreira no Botafogo, entre o fim da década de 1970 e o início dos anos 1980, sendo considerado um dos melhores jogadores da sua posição ao lado de nomes com Leandro e Edevaldo. Perivaldo também passou por Palmeiras, São Paulo, Bangu e Yukong Elephants, da Coreia do Sul. Além disso, recebeu algumas oportunidades na seleção brasileira com o técnico Telê Santana.