• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Gabriel lamenta demissão de Jair no Santos e diz que time precisa mudar postura

Esportes

Gabriel lamenta demissão de Jair no Santos e diz que time precisa mudar postura

Como o nome do substituto de Jair ainda não foi definido, o Santos será comandado por Serginho Chulapa, auxiliar da comissão permanente, no duelo com o Flamengo.


A péssima campanha do Santos no Campeonato Brasileiro provocou a demissão de Jair Ventura, mas o técnico não é o único responsável pelo momento ruim da equipe. Ao menos é essa a opinião do atacante Gabriel Barbosa, que fez elogios ao ex-treinador e apontou que o grupo de jogadores tem sua parcela de culpa pela queda de Jair, sacramentada na última segunda-feira. Além disso, reconheceu que a equipe precisa mudar seu comportamento.

"Temos de mudar nossa postura. Estamos em um momento difícil, fazemos parte da demissão do Jair, porque jogamos e não conseguimos os resultados. Amanhã teremos uma nova oportunidade para conquistar a vitória", afirmou Gabriel, lamentando a demissão do treinador e o momento complicado do Santos, que empatou os dois jogos que fez no Brasileirão após a Copa do Mundo.

Com apenas 15 pontos, o Santos ocupa o 15º lugar no torneio nacional, com apenas um de vantagem para a zona de rebaixamento. Gabriel reconheceu a situação complicada do time e desejou sorte a Jair na sequência da sua carreira de técnico. Além disso, projetou uma recuperação imediata, no duelo desta quarta-feira com o Flamengo na Vila Belmiro.

"Os dias são difíceis pelo carinho que temos com o Jair, ele deixou uma imagem muito boa, de um ser humano bom. Ele terá muito sucesso na carreira, vamos torcer por ele. Hoje, nós temos o Serginho, que é um ídolo nosso. O próximo treinador que vir será bem-vindo", disse.

Como o nome do substituto de Jair ainda não foi definido, o Santos será comandado por Serginho Chulapa, auxiliar da comissão permanente, no duelo com o Flamengo. E Gabriel destacou ser especial trabalhar com o ex-jogador, um dos seus ídolos e também do clube.

"Conheci ele quando era criança. É um cara excepcional. Ele tem o nosso apoio. É muito bom ter um cara assim como a gente, um ídolo e um cara da cidade, que conhece o dia a dia e a Vila Belmiro", comentou o atacante.