• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Bragantino bate Corinthians e sai na frente nas oitavas

Esportes

Bragantino bate Corinthians e sai na frente nas oitavas

Cuiabá - Depois de eliminar o São Paulo no Morumbi, o Bragantino calou mais uma vez a torcida de um clube grande paulista nesta quarta-feira. Em Cuiabá, na Arena Pantanal, o time de Bragança tinha o mando de campo, mas a maior parte da arquibancada era ocupada por corintianos. Isso não impediu que os interioranos surpreendessem e vencessem por 1 a 0, largando na frente nas oitavas de final da Copa do Brasil.

O resultado faz com que o Corinthians tenha que vencer o adversário por pelo menos dois gols de diferença na volta, quarta-feira que vem, no Itaquerão, para avançar. Antes, no entanto, a equipe retorna a campo domingo para pegar o Fluminense, também em casa, pelo Campeonato Brasileiro. Já o Bragantino vai empolgado duelar com o ABC, sábado, no Nabi Abi Chedid, pela Série B.

Nesta quarta-feira, Mano Menezes testou um meio de campo inédito, com Renato Augusto no lado de Lodeiro. Não deu certo e o Corinthians pouco criou. Para piorar, a equipe mais uma vez exibiu um certo descontrole emocional, como diante do Grêmio, no último domingo. O Bragantino nem foi muito melhor, mas contou com belo chute de Sandro, no segundo tempo, para vencer.

O JOGO - O Corinthians começou dono da posse de bola e assustou em duas oportunidades logo de cara. Aos quatro minutos, Elias deu lançamento perfeito para Luciano, que falhou na hora do domínio e, ainda assim, quase marcou. Aos seis, Guerrero recebeu em contra-ataque e tocou para Lodeiro, que dominou e tentou de fora, rente à trave.

A pressão corintiana não resistiu ao excesso de faltas. As duas equipes utilizavam-se das infrações para matar as jogadas. Para piorar, reclamavam muito da arbitragem, o que fazia com que a bola ficasse pouco em jogo. A próxima chegada do Corinthians aconteceu somente aos 32 minutos, e em bola parada. Guerrero desviou de cabeça, mas em cima de Marcelo Henrique.

Renato Augusto e Lodeiro tinham dificuldade para aparecer para o jogo e Guerrero se transformou mais uma vez no principal desafogo da equipe pelas pontas, mas suas saídas da área deixavam um buraco no ataque. O Bragantino, por sua vez, pouco oferecia perigo e só foi chegar aos 40 minutos. Em duas oportunidades, Sandro teve a chance do gol, mas na primeira parou no companheiro Nunes e na segunda isolou.

Novamente em bola parada, o Corinthians quase marcou aos 42, quando Anderson Martins cabeceou na trave. Mas logo no início do segundo tempo, quem abriu o placar foi o Bragantino. Aos dez minutos, Sandro aproveitou sobra de fora da área, após corte de Guerrero, e encheu o pé, no ângulo, sem chance para Cássio.

O gol deixou o Corinthians muito nervoso. Cássio e Ralf levaram amarelo por reclamação. A equipe não se encontrava em campo e Mano Menezes tentou mudar com as entradas de Romarinho e Jadson nas vagas de Lodeiro e Renato Augusto. Prontamente, Romarinho teve a primeira boa chance, aos 18 minutos, após ótima jogada de Guerrero.

Mas os melhores momentos do Corinthians eram mesmo em jogadas de bola parada. Aos 25, novamente Anderson Martins, desta vez sozinho após cobrança de falta de Jadson, jogou para fora. Aos 33, Romero recebeu lançamento longo e ajeitou com perfeição para Romarinho, que invadiu a área de frente para o gol, mas pegou muito mal e jogou para fora.

Aos 41, o time de Parque São Jorge talvez tenha criado sua melhor chance. Após bela troca de passe, a bola chegou em Ferrugem, que jogou na trave. O Corinthians imprimiu uma pressão nos últimos minutos e Marcelo Henrique ainda teve que salvar chute de longe de Elias, mas já era tarde. Nos acréscimos, Leandro B. Marinho ainda expulsou Ferrugem, que nem tinha amarelo, após carrinho no meio de campo.

FICHA TÉCNICA:

BRAGANTINO 1 X 0 CORINTHIANS

BRAGANTINO - Marcelo Henrique; Samuel Santos, Leonardo, Guilherme Mattis e Bruno Recife; Geandro, Jackson Caucaia (Marcos Paulo) e Sandro; Luizinho, Nunes (Lincom) e Cesinha. Técnico: PC Gusmão.

CORINTHIANS - Cássio; Ferrugem, Gil, Anderson Martins e Fábio Santos; Ralf, Elias, Lodeiro (Romarinho) e Renato Augusto (Jadson); Luciano (Romero) e Guerrero. Técnico: Mano Menezes.

GOLS - Sandro, aos dez minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Leandro B. Marinho (SP).

CARTÕES AMARELOS - Sandro (Bragantino); Luciano, Cássio, Ralf (Corinthians).

CARTÃO VERMELHO - Ferrugem (Corinthians).

RENDA - R$ 1.630.540,00.

PÚBLICO - 28.820 pagantes.

LOCAL - Arena Pantanal, em Cuiabá (MT).