• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Após Pan e Mundial de Natação, bons tempos marcam início do Finkel

  • COMPARTILHE
Esportes

Após Pan e Mundial de Natação, bons tempos marcam início do Finkel

São Paulo - Na primeira competição de natação depois do Pan de Toronto e do Mundial de Kazan, os principais atletas brasileiros conseguiram melhorar seus tempos na piscina do Clube Pinheiros, onde começou nesta segunda-feira o Troféu José Finkel, o Campeonato Brasileiro Absoluto de Natação. Os bons tempos causaram certa surpresa. A preparação foi feita visando aos outros dois torneios.

"Com esse tempo que fiz eu conseguiria chegar à final do Mundial", contou Guilherme Guido, vencedor dos 100 m costas. Ele fez 53s36, marca melhor do que obteve na Rússia. "Não esperava um tempo desses. Já vim para cá relaxado, mas concentrado, pois estou pensando nas férias depois dessa competição. O resultado mostra que estou focado", afirmou.

Ele conquistou pontos importantes para o Pinheiros, pois o Finkel é uma competição de clubes de natação. Os resultados também não garantem índice olímpico. "É um torneio importante para os clubes e para nós, em termos pessoais. É realmente impressionante como é possível melhorar de um torneio para o outro. Ainda não decifrei o segredo", comentou.

Guido caiu na piscina sem fazer a barba, o que não é comum. Os atletas de ponta da natação costumam raspar os pelos para diminuir a resistência na água. Quem também apareceu barbudo foi Nicolas Oliveira, do Minas. E mesmo assim fez sua melhor marca no ano nos 200 metros livre. "Eu não raspei, não fiz a barba, não dormi direito e mesmo assim fiz um bom tempo. Natação não é uma ciência exata", disse.

Nicolas reconhece que não teve o desempenho que esperava nos Jogos Pan-Americanos de Toronto e no Mundial ficou a desejar em termos de conquistar a melhor marca. "Aqui consegui o melhor tempo que tive na temporada inteira. Isso dá um estímulo para a Olimpíada", garantiu o atleta de 27 anos.

Quem também se surpreendeu com o tempo na prova dos 200 metros livre foi Manuella Lyrio, do Pinheiros, que chegou na ponta com 1min58s65. "Fiquei muito satisfeita, não esperava esse tempo", afirmou. Todos são unânimes ao dizer que a maratona de competições das últimas semanas poderia atrapalhar o desempenho no Finkel.

Ainda nesta segunda, Joanna Maranhão ficou em primeiro lugar nos 1.500 metros, à frente de Poliana Okimoto, segunda colocada. Já no revezamento 4 x 50 metros livre feminino, Minas ficou em 1.º. Natália de Luccas foi vencedora nos 100 m costas.l

Nesta terça-feira, o Finkel terá as provas de 200 metros peito masculino e feminino, 100 metros borboleta masculino e feminino, e 1.500 metros livre masculino. As eliminatórias serão disputadas às 10 horas e as finais a partir das 18h30.