• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Após vice do Barça, Luis Enrique minimiza: 'Às vezes é bom perder'

  • COMPARTILHE
Esportes

Após vice do Barça, Luis Enrique minimiza: 'Às vezes é bom perder'

Barcelona - O Barcelona foi surpreendido pelo Athletic Bilbao e ficou com o vice da Supercopa da Espanha na última segunda-feira, ao empatar por 1 a 1 no Camp Nou. O título, no entanto, foi praticamente garantido pelo time basco na primeira partida, quando conseguiu uma incrível goleada por 4 a 0 diante dos atuais campeões da Liga dos Campeões, da Supercopa da Europa, do Campeonato Espanhol e da Copa do Rei.

A derrota na decisão, aliás, impediu que Luis Enrique tivesse a chance de igualar o feito de Pep Guardiola, que conquistou seis títulos no ano de 2009 - Liga dos Campeões, Campeonato Espanhol, Copa do Rei, da Supercopa da Europa, Supercopa da Espanha e Mundial de Clubes -, mas o treinador minimizou a decepção.

"Estou perfeito, não me deram nenhum golpe nem patada, estou em estado normal. O Athletic fez uma grande ida, na qual aproveitou suas chances, e é o vencedor justo. Nós temos que saber ganhar e perder. Às vezes é bom perder para saber o quão difícil e bonito é ganhar", avaliou.

Luis Enrique ainda se disse satisfeito com o futebol desempenhado por sua equipe no Camp Nou. Pelo menos até o início do segundo tempo, quando Piqué foi expulso por reclamar acintosamente da arbitragem. O placar apontava 1 a 0 para o Barcelona neste momento e a partir daí o Athletic Bilbao tomou o controle da partida e conseguiu o empate.

"Começamos bem, foi uma pena. Tivemos um bom nível, mas a final acabou com a expulsão e o Athletic também foi muito bem aguentando nossas investidas. Foi uma grande final até a expulsão do Gerard. Ali acabou. Até este momento, as duas equipes se mostraram muito bem", afirmou.

Se Luis Enrique minimizou a perda do título, do lado do Athletic Bilbao os jogadores e a comissão técnica fizeram questão de celebrar. Afinal, foi a primeira conquista do clube desde 1984. Mesmo não se tratando do Campeonato Espanhol ou da Copa do Rei, o treinador Ernesto Valverde sabe que fez história no time basco.

"Sabemos que a Supercopa não é uma Copa ou uma Liga, mas tenho uma alegria imensa", disse após o apito final. "Sabemos o que significa o Athletic e o que esta Supercopa significa para todos. É muito difícil para nós ganhar títulos e chegar a finais."