• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Brasileiras são eliminadas no individual geral do Mundial de Ginástica Rítmica

Esportes

Brasileiras são eliminadas no individual geral do Mundial de Ginástica Rítmica

Pesaro, Itália - As brasileiras Natália Gaudio e Karine Walter encerraram nesta quinta-feira as suas participações na fase de classificação do individual geral do Mundial de Ginástica Rítmica, disputado em Pesaro, na Itália, sem conseguirem avançar à final.

E o melhor desempenho foi de Natália. Depois de fazer 13,550 pontos no arco e 13,700 na bola na última quarta-feira, ela somou 14,550 nas maças e 13,250 nas fitas nesta quinta. Acabou, assim, na 35.ª colocação com um total de 55,050 pontos.

Representante brasileira no individual durante os Jogos Olímpicos do Rio, em 2016, Natália Gaudio lamentou um erro cometido nas fitas. "Eu gostei muito, apesar de ter tido uma falha na fita. Eu entrei me cobrando muito por causa da minha última apresentação no aparelho em Kazan, na Copa do Mundo, quando obtive uma nota alta. Entrei pensando que tinha que acertar tudo e acabei errando no finalzinho. Mas, nas maças, já entrei bem mais tranquila e consegui fazer a série muito melhor", comentou. "Para mim já é uma vitória, ainda mais depois de ficar três meses em recuperação de uma cirurgia no pé".

Sua meta agora, segundo acrescentou, é chegar na final olímpica em 2020, em Tóquio (Japão). "Temos três anos para a caminhada deste novo ciclo. Quem sabe subindo um pouco a cada ano, em 2020 seja possível chegar a uma final. Já vimos que é possível", completou Natália Gaudio.

Em seu primeiro Mundial, Karine Walter somou nesta quinta-feira 13,250 pontos nas maças e 11,725 na fita. Somados aos 10,100 no arco e 12,850 na bola da última quarta-feira, ela alcançou os 47,925 pontos e terminou apenas em 65.º lugar.

Ainda assim, a ginasta comemorou a experiência de disputar o seu primeiro Mundial. "Foi uma experiência incrível. Acho que é o sonho de toda atleta participar de um Mundial e representar seu país. É claro que foi minha primeira vez e tive erros, mas é errando que se aprende. Aqui estou olhando muitas ginastas que para mim são uma inspiração e estou aprendendo muito com isso. As primeiras apresentações não foram muito boas. Eu fui a primeira a me apresentar e isso não é fácil. O nervosismo é difícil. Mas hoje (quinta-feira) já estava mais tranquila".

As finais do individual geral, sem a presença de brasileiras, ocorrem nesta sexta-feira, enquanto que as competições do conjunto serão realizadas no sábado e no domingo.