• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Sem Pedro, Marcelo Oliveira confirma Kayke como titular do Fluminense

  • COMPARTILHE
Esportes

Sem Pedro, Marcelo Oliveira confirma Kayke como titular do Fluminense

Cortado da seleção brasileira por causa de estiramento nos ligamentos do joelho direito, Pedro só deve voltar a jogar no fim de setembro.

O técnico Marcelo Oliveira definiu que o atacante Kayke será titular no Fluminense na ausência de Pedro, pelo menos no próximo compromisso da equipe carioca pelo Brasileirão. Neste domingo, o time do treinador vai encarar o São Paulo, às 16 horas, no Morumbi, em São Paulo.

"Todos nós lamentamos a lesão do Pedro. Esperamos que não seja nada grave, que possa se recuperar e voltar a nos ajudar nos próximos jogos. O Kayke é o substituto imediato, fez uma semana muito boa de trabalho. O grupo teve uma semana muito proveitosa e isso traz um otimismo para o próximo jogo", disse o técnico em coletiva de imprensa nesta sexta-feira.

Cortado da seleção brasileira por causa de estiramento nos ligamentos do joelho direito, Pedro só deve voltar a jogar no fim de setembro. "Por mais que a gente lamente a lesão dele, precisamos dar confiança a quem vai entrar. O Kayke é um jogador que sai mais da área, experiente. Vai ter capacidade e confiança para nos ajudar neste momento", afirmou Marcelo Oliveira, que prefere não lamentar a perda.

"O calendário é muito apertado, todas as equipes vão ter desfalques. Não dá para ficar pensando muito naquele que está fora, precisamos valorizar os que vão entrar. Temos jogadores que são capazes, treinando com toda dedicação, para serem chamados em algum momento", afirmou.

O treinador elogiou o adversário, líder do Brasileirão com 45 pontos, 19 a mais do que o Fluminense. "A estratégia eu não posso te falar, não sei como vai jogar o São Paulo. Vamos atuar de forma natural, marcar bem. Isso não é uma coisa minha, é do futebol mundial. A Copa do Mundo mostrou isso. Precisamos marcar sem a bola para ter o contra-ataque, que é uma arma importante. Ter a posse de bola também é fundamental, fazer o adversário correr atrás", prometeu.