• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Dorival garante: 'Palmeiras vai sair dessa situação'

  • COMPARTILHE
Esportes

Dorival garante: 'Palmeiras vai sair dessa situação'

São Paulo - Quando jogador, ele era Júnior. Agora, com Dorival incorporado ao nome profissional, Dorival Júnior está de volta ao Palestra Itália com uma função ingrata. O novo treinador, anunciado nesta quarta-feira, tem um turno inteiro para tentar tirar o Palmeiras da zona de rebaixamento do Brasileirão e garantir um fim de ano mais tranquilo para a torcida alviverde.

Nas primeiras declarações como treinador do clube onde viveu a melhor fase da carreira de jogador, Dorival prometeu ao torcedor que o Palmeiras vai escapar das últimas posições. Em entrevista em vídeo publicada no site oficial, o técnico, entretanto, não usou nenhuma vez a palavra "rebaixamento".

"Podem acreditar, podem confiar que nós vamos sair dessa situação. Sei que as dificuldades são grandes, o momento é muito complicado, mas com a participação de todos vocês (torcedores), unidos, vamos estar saindo dessa condição que está se apresentando nesse momento", disse Dorival.

O treinador, que assinou contrato até junho de 2015, admitiu o momento complicado e disse que aceitou o cargo por acreditar no projeto. "Espero poder ajudar nesse processo de recuperação da equipe, auxiliar o máximo possível para alcançarmos o quanto antes uma regularidade no campeonato, já que é um momento difícil, muito complicado. Tenho confiança muito grande de que as coisas possam vir a acontecer positivamente. Acreditando nesse projeto eu estou aqui para dar o meu melhor em prol de uma equipe que tem uma história maravilhosa no futebol brasileiro que não pode estar numa situação como a que está vivenciando novamente nesse campeonato."

O técnico treinará o Palmeiras pela primeira vez, embora já tenha sido cogitado pela diretoria em anos anteriores, mas já tem história pelo clube. Ele é sobrinho do ex-volante Dudu, ídolo do clube nos anos 60 e 70, e foi jogador da equipe entre anos de 1989 e 1992 - em 158 jogos, registrou 73 vitórias, 53 empates, 32 derrotas e marcou cinco gols.

"Pra mim é um momento especial. Natural que numa nova função, hoje como treinador, em uma situação completamente diferente da que vivi há 20 anos, como atleta", apontou. "Espero ser útil, ajudar o máximo que puder, com todas as minhas forças, para que a gente se recupere o mais rápido possível."

Dorival chega ao Palmeiras para substituir Ricardo Gareca, desgastado pela sequência negativa à frente do time. O novo técnico estava desempregado desde o fim do ano passado, quando não conseguiu evitar que o Fluminense terminasse o Brasileirão na zona de rebaixamento - o time carioca escapou da queda por causa da punição aplicada à Portuguesa em caso polêmico decidido pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

À frente do time, Dorival Júnior terá a missão de evitar novo rebaixamento, como aconteceu em 2013, no Fluminense. No caso do Palmeiras, a tarefa será mais árdua por causa da irregularidade na temporada, do ano do centenário e do retorno recente da Série B, que disputou no ano passado.

A equipe paulista, que já figurou na lanterna do Brasileirão, ocupa o 16º lugar, apenas uma posição acima da zona da degola, com os mesmos 17 pontos do Criciúma, já dentro da zona de descenso.