• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Após surpreender Pato ao colocá-lo na reserva, Osorio evita polêmica com atacante

  • COMPARTILHE
Esportes

Após surpreender Pato ao colocá-lo na reserva, Osorio evita polêmica com atacante

Florianópolis - Brigar com seu principal jogador não está nos planos de Juan Carlos Osorio. E o treinador são-paulino tratou logo de evitar a polêmica com Alexandre Pato após a partida diante do Avaí. O atacante ficou surpreso em ficar na reserva, mas o técnico alegou que conversou antes e que tudo faz parte do planejamento.

"Ele é um belo profissional, tenho grande admiração por ele, além de grande jogador, nunca ficou com brincadeira e sempre se colocou à disposição. Mas faz parte de um planejamento de sete dias. Hoje iríamos preservar uns seis ou sete dos nossos jogadores que vinham atuando com mais frequência, e Alexandre era um deles. Falei para ele e ele falou que estava à disposição", discursou o treinador.

Rogério Ceni, Ganso e Bruno foram outros poupados de olho no jogo com o Vasco. Luis Fabiano e Michel Bastos cumpriram suspensão, mas também não jogariam na Ressacada. O São Paulo vai priorizar a Copa do Brasil e quer largar bem nas quartas de final contra o Vasco, no Morumbi.

"Creio que temos grande possibilidade na Copa do Brasil e vamos lutar nela. O que aconteceu hoje eu assumo, foi minha decisão. Esperaremos o que acontecerá com Vasco, Palmeiras e depois novamente o Vasco, daí digo se acertei ou não", defendeu-se Osorio. "É o que acontece com qualquer equipe que não tem três, quatro. Admiro o Grêmio, um dos melhores times daqui e ontem (sábado) assisti e, sem Galhardo, Geromel, Giuliano, Edinho e Maicon, sofreu uma derrota muito dolorosa contra o Palmeiras", usou como exemplo.

CONFIANÇA - Osorio viu Alexandre Pato bastante cabisbaixo depois de não figurar na lista de Dunga para os dois próximos jogos da seleção nas Eliminatórias da Copa. Mas já tratou de passar confiança a seu artilheiro. "Se você trabalha para uma empresa e tem a possibilidade de passar a um cargo maior, sentiria o mesmo que Alexandre (Pato). Ele é um ser humano como todos, creio que está um pouco abalado, é normal, entendo a situação, mas acho que vai superar e voltar a ser quem todos esperam. Vai voltar a ser importante para nós", destacou.