• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Fluminense reage, vence o Goiás em casa e respira no Brasileirão

Esportes

Fluminense reage, vence o Goiás em casa e respira no Brasileirão

São Paulo - O Fluminense venceu o Goiás por 2 a 0, no Maracanã, neste sábado, em partida válida pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o time carioca conseguiu respirar mais aliviado na competição e interrompeu um jejum de oito partidas sem triunfos. A equipe das Laranjeiras chegou aos 37 pontos e subiu para a décima colocação. Já o Goiás segue com 31 pontos, na 16ª posição, e pode terminar a rodada na zona de rebaixamento.

Após se reabilitar, o Fluminense volta o seu foco para a Copa do Brasil. O time enfrentará o Grêmio, em Porto Alegre, na próxima quarta-feira, no jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil - empatou por 0 a 0 no Maracanã. Já o próximo compromisso do Goiás será um confronto direto na luta contra o rebaixamento. O time receberá o Figueirense em 4 de outubro, no Serra Dourada, pela 29ª rodada do Brasileirão.

Com a necessidade da vitória, o Fluminense começou o jogo deste sábado atacando. Aos 3 minutos, Jean inverteu para Gustavo Scarpa que, dentro da área, chutou para a defesa de Renan. Aos 10 minutos, os donos da casa tinham 77% da posse de bola. O Goiás se fechou e esperava espaços para o contra-ataque.

O Fluminense, por sua vez, não conseguia envolver os visitantes e criar boas jogadas. Aos 20, Zé Eduardo recebeu na esquerda, limpou e bateu para fora. Aos 23 minutos, o zagueiro Fred bateu falta com perigo, que passou perto da meta.

Quando o time goiano parecia se soltar na partida, a equipe carioca reagiu. Aos 28, Ronaldinho Gaúcho cobrou uma falta rápida para Léo Pelé, que cruzou para Fred. O capitão tocou na bola, deslocando o goleiro Renan, e fez o primeiro do Fluminense.

Após sofrer o gol, a equipe goiana se lançou ao ataque para buscar o empate, mas foi barrada pela defesa adversária. Aos 35 minutos, Patrick chutou em cima de Marlon e, no rebote, Bruno Henrique bateu, a bola desviou, e Diego Cavalieri fez grande defesa de reflexo, espalmando para escanteio.

Na segunda etapa, apesar da vantagem no placar, o Fluminense não esperou para partir para cima. Logo aos 4 minutos, o lateral Felipe Macedo errou um passe, interceptado por Fred. O atacante passou para Gustavo Scarpa, que aplicou um lençol com a perna esquerda no defensor e bateu no ângulo com a direita. Golaço do Fluminense.

O gol dos cariocas desestabilizou os visitantes, que tentavam sair jogando com passes longos, que eram bloqueados pelo Fluminense. Aos 15, Erik tabelou com David, recebeu dentro da área e chutou para fora. O jogo seguiu disputado. O Goiás buscava armar jogadas, mas era anulado. Aos 32, Zé Love adentrou a área, limpou e chutou forte, obrigando Diego Cavalieri a fazer uma grande defesa. Aos 38, Liniker cobrou uma falta com muito efeito e o goleiro tricolor executou outra bela defesa. No final, o Goiás pressionou o Fluminense.

Aos 44, o zagueiro Fred fez bela cobrança de falta e acertou o travessão de Diego Cavalieri. O Goiás tentou, mas, contanto com a boa atuação do seu goleiro, o Fluminense administrou a vantagem e quebrou o jejum de oito partidas sem vencer.

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE 2 x 0 GOIÁS

FLUMINENSE - Diego Cavalieri; Jean, Gum, Marlon, Léo Pelé; Pierre, Cícero, Gerson (Osvaldo), Ronaldinho Gaúcho (Marcos Júnior), Gustavo Scarpa (Wellington Paulista); Fred. Técnico: Eduardo Baptista.

GOIÁS - Renan; Gimenez (Everton), Felipe Macedo, Fred, Rafael Forster; Rodrigo (Liniker), Patrick, David; Bruno Henrique (Carlos), Erik e Zé Love. Técnico: Artur Neto.

GOLS - Fred, aos 28 minutos do primeiro tempo; Gustavo Scarpa, aos 4 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Marielson Alves Silva (BA).

CARTÕES AMARELOS - Gustavo Scarpa, Cícero, Pierre e Fred (Fluminense); Bruno Henrique, Liniker e Felipe Macedo (Goiás)

PÚBLICO - 11 725 presentes (9.238 pagantes).

RENDA - R$ 232 110,00.

LOCAL - Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).