• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Justin Gatlin fecha temporada com vitória em prova lenta em Bruxelas

Esportes

Justin Gatlin fecha temporada com vitória em prova lenta em Bruxelas

Bruxelas - Dono das cinco melhores marcas do ano nos 100 metros, Justin Gatlin fechou a temporada 2015 nesta sexta-feira com vitória. O norte-americano ganhou a última etapa da Diamond League, em Bruxelas (Bélgica), e de quebra ficou com o diamante oferecido ao atleta que mais soma pontos na prova durante o circuito. Mas a marca, no cronômetro, não foi expressiva.

Gatlin ganhou com 9s98, ficando à frente do catariano Feni Ogunode apenas na casa de milésimos de segundos. O francês Jimmy Vicaut terminou em terceiro, com 9s99. Tanto o norte-americano Michael Rodgers (10s02) quanto o jamaicano Asafa Powell (10s04) correram abaixo de 10 segundos.

Havia a expectativa de Gatlin pudesse bater o recorde norte-americano (9s69) em Bruxelas. Na quinta-feira, em entrevista coletiva, os organizadores do meeting revelaram essa possibilidade, uma vez que costuma ser acertada premiação extra para atletas que atingem metas estabelecidas pelos organizadores.

Entre as mulheres, a expectativa era pela prova de 200m. Campeã mundial com a terceira melhor marca de todos os tempos, Dafne Schippers, da Holanda, venceu a norte-americana Allyson Felix, que é a referência desta distância mas optou por correr os 400m rasos no Mundial. Schippers fez 22s12, contra 22s22 de Allyson. A americana ficou com o diamante.

OUTRAS PROVAS - Bruxelas conseguiu reunir 48 medalhistas do Mundial de Pequim, mas não teve um meeting de grandes resultados. No salto triplo, por exemplo, o norte-americano Christian Taylor repetiu o título, mas saltou apenas 17,59m. Pedro Pablo Pichardo, de Cuba, ficou em segundo, com 17,06m. Ambos superaram os 18 metros nessa temporada e se aproximaram do recorde mundial por mais de uma vez.