• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Luxemburgo desembarca na China e assina com time da segunda divisão

  • COMPARTILHE
Esportes

Luxemburgo desembarca na China e assina com time da segunda divisão

Tianjin - Demitido por Flamengo e Cruzeiro na atual edição do Campeonato Brasileiro, o técnico Vanderlei Luxemburgo agora vai trabalhar fora do País. Nesta quinta-feira, o treinador desembarcou na China para assinar contrato com o Tianjin Songjiang, um time da segunda divisão do país.

O contrato de Luxemburgo com o Tianjin Songjiang será válido por um ano, mas conta com uma cláusula que permite a renovação por mais dois caso o clube consiga o acesso para a elite do futebol da China já em 2016, quando o treinador iniciará efetivamente o seu trabalho à frente da equipe.

Em 2015, o Tianjin disputa a segunda divisão e, após se livrar do risco de rebaixamento para a terceira, passou a trabalhar no planejamento para a próxima temporada, que inclui a contratação de Luxemburgo. O time ocupa a 11ª posição faltando quatro rodadas para o término da competição, disputada por 16 clubes.

Nesta quinta, Luxemburgo foi recepcionado por dirigentes e torcedores em sua chegada à China, em Pequim, inclusive com a exibição de uma faixa com a inscrição: "Seja muito bem-vindo à China, prezado Vanderlei Luxemburgo".

Depois, ele seguiu Tianjin, onde se reuniu com a diretoria do clube, acompanhado pelo ex-jogador Maurício Copertino, que será o seu auxiliar técnico. A apresentação de Luxemburgo como novo técnico do time está marcada para esta sexta-feira.

Luxemburgo é mais um técnico renomado brasileiro a trabalhar no futebol da China. Luiz Felipe Scolari comanda o Guangzhou Evergrande, e Cuca, o Shandong Luneng. Estes dois times, no entanto, disputam a primeira divisão do país, ao contrário do Tianjin.

Considerado um dos maiores técnicos da história do futebol nacional, com a conquista de vários títulos, incluindo cinco do Campeonato Brasileiro e uma Copa América pela seleção brasileira, Luxemburgo já dirigiu clubes como Santos, Corinthians, Palmeiras, Cruzeiro, Atlético Mineiro, Grêmio, Fluminense e Flamengo, mas não vem tendo muito êxito nos últimos trabalhos. Assim, agora ele tentará ter sucesso em um mercado diferente, o da China, para o qual cada vez mais jogadores e treinadores brasileiros estão se transferindo.