• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Após queda, torcedores da Portuguesa invadem e quebram sala da presidência

  • COMPARTILHE
Esportes

Após queda, torcedores da Portuguesa invadem e quebram sala da presidência

Poucas horas depois da derrota para a Tombense por 2 a 0, no último sábado, torcedores invadiram a sala da presidência e promoveram vandalismo

A Portuguesa vive o pior momento de seus 96 anos de história Foto: Dorival Rosa/Portuguesa

São Paulo - O rebaixamento à Série D do Campeonato Brasileiro gerou uma relação imediata da torcida da Portuguesa. Poucas horas depois da derrota para a Tombense por 2 a 0, no último sábado, torcedores invadiram a sala da presidência e promoveram vandalismo. O presidente do clube, José Luiz Ferreira, deve fazer um boletim de ocorrência.

Os torcedores seriam membros da Leões da Fabulosa, principal organizada da Portuguesa, e acompanhavam o jogo na sede da torcida, que fica no Canindé. Após o rebaixamento, se dirigiram à sala da presidência.

O presidente foi avisado da invasão por funcionários, que enviaram diversas fotos ao dirigente. É possível notar nas imagens que cadeiras e móveis foram derrubados, documentos atirados no chão, quadros arrancados da parede e vasos de plantas foram destruídos.

A Portuguesa vive o pior momento de seus 96 anos de história. O rebaixamento à Série D foi o quarto em três anos - três nacionais e um estadual. O clube acumula cerca de R$ 250 milhões em dívidas e, neste momento, busca evitar o leilão da parte que lhe pertence do Canindé.

Na tarde do último domingo, a Portuguesa precisava vencer o Tombense fora de casa e torcer para um tropeço do Macaé em casa, diante do Botafogo-SP. O time carioca até parou no adversário e ficou apenas no empate por 1 a 1. Mas a Lusa não fez sua parte e caiu por 2 a 0 em Minas Gerais, resultado que selou seu rebaixamento.