• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Dorival Junior esconde escalação do São Paulo para enfrentar a Ponte Preta

  • COMPARTILHE
Esportes

Dorival Junior esconde escalação do São Paulo para enfrentar a Ponte Preta

São Paulo - O técnico Dorival Junior evitou antecipar a escalação do São Paulo para a partida contra a Ponte Preta, neste sábado, no estádio do Morumbi, na capital paulista, pela 23.ª rodada do Campeonato Brasileiro. A principal dúvida é a permanência de Cueva entre os titulares. Depois de atuações irregulares no clube, o meia foi importante nas duas vitórias do Peru - sobre Bolívia e Equador -, pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018, e chegou a marcar um gol.

"Cueva é um grande jogador e não se discute suas qualidades. Você ficar analisando individualmente um jogador, não cai bem. Futebol é coletivo e foco nisso. Natural ele ter feito gol, tem essa capacidade. É muito diferenciado. Confio muito nele. É questão momentânea para ele readquirir a confiança. E sei que ele tem esse sentimento. E cabe ao próprio trabalho dele para atingir suas convicções. Jogadores desse nível passam por um momento ou outro. Daqui a pouco ele encontra o melhor caminho", afirmou o treinador em entrevista coletiva nesta sexta-feira no CT da Barra Funda, em São Paulo. "Eu tenho na cabeça a equipe, mas não vou defini-la publicamente", disse o treinador.

Outra dúvida é a formação da zaga. Com a suspensão do equatoriano Arboleda, o treinador deve definir o companheiro de Rodrigo Caio, que retornou da seleção brasileira. As opções são Bruno Alves, que poderá fazer a sua estreia, e o uruguaio Lugano.

O treinador descartou o recém-contratado Aderllan. "Eu ainda não sei, trabalhei com as três possíveis. No penúltimo teve o Bruno Alves, trabalhamos com Lugano e com o Aderllan, que é o único que não está em condições porque não foi relacionado", disse Dorival Junior.

O São Paulo é o vice-lanterna do Campeonato Brasileiro, com 23 pontos. Para sair da zona de rebaixamento nesta rodada, precisa vencer a Ponte Preta e torcer por tropeços de Vitória, Avaí e Chapecoense, os três clubes que estão imediatamente à sua frente, todos com 25 pontos.