• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Renato diz que não há titular no Grêmio e que nem Jael está garantido no ataque

  • COMPARTILHE
Esportes

Renato diz que não há titular no Grêmio e que nem Jael está garantido no ataque

Jael foi o nome da goleada do Grêmio sobre o Botafogo por 4 a 0, neste sábado, na Arena Grêmio, em Porto Alegre, pela 22.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Mas nem por isso tem a titularidade garantida no time de Renato Gaúcho. Quem garantiu isso foi o próprio treinador na entrevista coletiva após o jogo, deixando bem claro que no seu time joga sempre quem tiver melhor.

"No meu time não tem titular. Quem se escala é o jogador, que tem que dar conta do recado quando ele é chamado. O Jael fez dois gols e tem sido muito importante para o time. Mas também foi importante o André fazer gol e recuperar a confiança. O bom é que tenho os dois, é uma briga sadia. Sei que posso contar com os dois", afirmou Renato Gaúcho.

Jael marcou os dois primeiros gols do Grêmio e ainda acertou uma bola no travessão. O artilheiro foi substituído aos 23 minutos do segundo tempo e deixou o campo aplaudido pelos mais de 15 mil torcedores presentes na Arena Grêmio.

Renato Gaúcho, porém, procurou manter os pés de Jael no chão depois da atuação de gala e respondeu em tom de brincadeira quando foi questionado por um jornalista se o atacante teve "um dia de Romário": "Menos, menos... Aí é que tá: eu corto o mal pela raiz e vocês (jornalistas) colocam o adubo. Aí vai crescendo, crescendo...", ponderou o treinador.

A vitória neste sábado colocou o Grêmio na quarta colocação do Brasileirão com 40 pontos, quatro a menos que o líder São Paulo. O seu próximo jogo será contra o Santos, nesta quinta-feira, no estádio do Pacaembu, em São Paulo, e a ideia é escalar um "grupo forte" para seguir atrás da ponta da competição.

O time escalado neste sábado foi praticamente o principal, com apenas três ausências: o goleiro Marcelo Grohe e os volantes Jailson e Ramiro. Mas tanto a defesa como o ataque foram mantidos em relação à formação que venceu o Estudiantes, da Argentina, por 2 a 1, e levou a vaga nas quartas de finais da Copa Libertadores na cobrança de pênaltis, na última terça-feira, na Arena Grêmio.