• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Fluminense derrota o Santos e segue na briga pelo G4

Esportes

Fluminense derrota o Santos e segue na briga pelo G4

São Paulo - O Santos mereceu as vaias que recebeu de sua pequena torcida, nesta quarta-feira, no estádio da Vila Belmiro, em Santos (SP). Depois de começar o jogo perdendo gols, o time se afundou na falta que criatividade e viu o Fluminense vencer a partida por 1 a 0, pela 30.ª rodada do Campeonato Brasileiro, e seguir na briga por um lugar na Copa Libertadores de 2015 - tem 48 pontos, em sétimo lugar, a três pontos do G4. Aos paulistas, resta a resignação e a esperança de ter a volta do meia Lucas Lima no próximo jogo, neste sábado, contra a Chapecoense, em Santa Catarina.

Destaque nas últimas duas vitórias do time, contra o Botafogo por 5 a 0 pela Copa do Brasil e contra o Palmeiras (3 a 1) pelo Brasileirão, Lucas Lima sentiu cansaço muscular e foi o desfalque do time. Para manter a equipe no mesmo esquema dos últimos jogos, o técnico Enderson Moreira recuou Robinho para o meio de campo e apostou em Rildo no ataque.

No começo, a aposta de Enderson Moreira parecia funcionar. Com um minuto o time poderia ter aberto o placar. Robinho lançou bola perfeita para Gabriel, que saiu sozinho, na frente do gol e bateu firme para excelente defesa de Diego Cavalieri. Dois minutos depois foi a vez de Geuvânio exigir boa intervenção do arqueiro da equipe carioca em uma cobrança de falta.

Aos poucos, o Fluminense tentava cavar espaço dentro do bloqueio santista. Aos 10 minutos, Walter mandou boa bola na área para Conca, que chegou atrasado. Robinho comandava a criação e mais uma vez arrumou ótimo lance. Aos 26, descobriu Rildo livre pela esquerda. O atacante teve espaço de sobra para entrar na área em velocidade, mas na hora do chute se atrapalhou e mandou fraquinho, à direita de Diego Cavalieri.

O Fluminense voltou melhor no segundo tempo e o Santos sentiu a falta de um atacante como Robinho, que se esforçava no meio, longe do gol. Os cariocas se fecharam muito bem, quase sem dar espaços ao adversário. O time tentou envolver o Santos e chegou perto do gol aos 22 minutos, quando Jean perdeu ótima chance. Ele recebeu a bola pela direita e da entrada da área bateu rente à trave direita de Aranha.

Depois disso, o Santos se perdeu. O argentino Patito Rodríguez tentou dar uma lambreta, mas se perdeu na jogada. Leandro Damião, que entrou no lugar de Gabriel, nem pegar na bola pegou e, no fim, o castigo. Aos 45 minutos, Chiquinho recebeu boa bola pela esquerda, cruzou e o volante Edson apareceu no meio de Edu Dracena e David Braz para marcar o gol da merecida vitória do Fluminense.

FICHA TÉCNICA

SANTOS 0 x 1 FLUMINENSE

SANTOS - Aranha; Cicinho, Edu Dracena, David Braz e Mena; Alan Santos, Arouca e Robinho; Geuvânio (Patito Rodríguez), Rildo (Souza) e Gabriel (Leandro Damião). Técnico: Enderson Moreira.

FLUMINENSE - Diego Cavalieri; Jean, Marlon, Guilherme Mattis e Chiquinho; Valencia, Edson, Conca e Wagner (Carlinhos); Rafael Sóbis (Kenedy) e Walter. Técnico: Cristóvão Borges.

GOL - Edson, aos 45 minutos do segundo tempo.

CARTÃO AMARELO - Mena e Rildo (Santos); Guilherme Mattis (Fluminense).

ÁRBITRO - Francisco Carlos do Nascimento (Fifa/AL).

RENDA - R$ 142.010,00.

PÚBLICO - 6.178 pagantes.

LOCAL - Estádio da Vila Belmiro, em Santos (SP).