• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Bahia pressiona, vence o Criciúma por 2 a 0 e segue vivo pelo acesso na Série B

Esportes

Bahia pressiona, vence o Criciúma por 2 a 0 e segue vivo pelo acesso na Série B

O time do técnico Guto Ferreira pressionou o adversário durante todo o jogo, mas só conseguiu marcar os seus gols na parte final da partida

O Bahia segue vivo na briga pelo acesso na Série B do Campeonato Brasileiro. Nesta sexta-feira, venceu o Criciúma por 2 a 0, na Arena Fonte Nova, em Salvador, pela 28.ª rodada. O time do técnico Guto Ferreira pressionou o adversário durante todo o jogo, mas só conseguiu marcar os seus gols na parte final da partida.

A vitória levou o Bahia aos 43 pontos, um a menos que o Brasil, de Pelotas (RS), em terceiro lugar, que venceu o Ceará por 2 a 1 na última terça-feira. Do outro lado, o Criciúma segue com 40 e se distancia da briga pelo G4 após perder a série de três jogos sem derrotas.

Sem perder em casa há quase três meses, o Bahia começou o jogo pressionando. Utilizando as laterais, o time quase abriu o placar aos 14 minutos, quando Eduardo chegou na linha de fundo e cruzou para a grande área. A bola desviou e sobrou para Hernane, que tentou o arremate, mas errou o alvo no primeiro lance do confronto. Os baianos tinham 60% de posse de bola.

Antes do apito final do primeiro tempo, Edigar Junio invadiu a grande área em velocidade e tentou servir Hernane, mas o goleiro Luiz saiu do gol para desviar. No rebote, a bola sobrou para Juninho na marca da cal. O meia ajeitou o corpo, mas bateu muito forte, por cima da meta, em uma chance clara de abrir o placar.

Os números no intervalo mostraram a superioridade do Bahia durante os primeiros 45 minutos: seis finalizações para o time da casa, contra uma do adversário. Ainda assim, o elenco de Guto Ferreira precisou de mais 29 minutos na etapa final para conseguir abrir o placar. Depois de muito insistir, Allano apareceu pela esquerda e serviu Régis na linha da grande área. O meia, que tinha acabado de deixar o banco de reservas, chegou na linha de fundo sem marcação e cruzou rasteiro para Victor Rangel. Ele dominou dentro da grande área e bateu, já caindo, para vencer Luiz.

Apostando no contra-ataque, o Criciúma quase empatou aos 39 minutos, quando Adalgísio Pitbull lançou Roberto frente a frente com Muriel. Ele tocou para Hélio Paraíba, que tentou bater sem goleiro, mas acertou os zagueiros. Após cobrança de escanteio, no lance seguinte, Régis arrancou na esquerda e serviu Luiz Antônio. O volante dominou e bateu da entrada da grande área. A bola desviou na defesa, encobriu Luiz e morreu no fundo das redes.

Na próxima terça-feira acontece a 29.ª rodada completa da Série B com 10 jogos. O Criciúma vai até Juiz de Fora (MG) para enfrentar o Tupi, às 19h15, mesmo horário para Londrina x Bahia no estádio do Café, em Londrina (PR).

FICHA TÉCNICA

BAHIA 2 x 0 CRICIÚMA

BAHIA - Muriel; Eduardo, Tiago, Jackson e Moisés; Luiz Antônio, Juninho e Renato Cajá (Régis); Allano (Misael), Edigar Junio e Hernane (Victor Rangel). Técnico: Guto Ferreira.

CRICIÚMA - Luiz; Paulo Cézar Magalhães, Raphael Silva, Diego Giaretta e Marlon; Barreto, Douglas Moreira, Felipe Guedes (Adalgísio Pitbull) e Caíque Valdívia (Ricardinho); Roberto e Jheimy (Hélio Paraíba). Técnico: Roberto Cavalo.

GOLS - Victor Rangel, aos 28, e Luiz Antônio, aos 41 minutos do segundo tempo.

CARTÃO AMARELO - Diego Giaretta (Criciúma).

ÁRBITRO - Dyorgines Jose Padovani de Andrade (ES).

RENDA - R$ 312.682,50.

PÚBLICO - 16.647 pagantes (16.960 no total).

LOCAL - Arena Fonte Nova, em Salvador (BA).