• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

BATE Borisov é punido após racismo contra Luiz Adriano

Esportes

BATE Borisov é punido após racismo contra Luiz Adriano

Nyon - A Uefa anunciou nesta quarta-feira a punição a três clubes por causa do comportamento de seus respectivos torcedores em jogos da Liga dos Campeões. Um deles é o BATE Borisov, da Bielo-Rússia, que terá de jogar como mandante diante do Porto, na próxima semana, com parte do seu estádio com portões fechados por causa de racismo contra o atacante brasileiro Luiz Adriano.

O comportamento racista dos torcida da equipe bielo-russa ocorreu no último dia 21 de outubro, quando o BATE Borisov foi humilhado ao cair por 7 a 0 diante do Shakhtar Donetsk, em casa, com direito a cinco gols de Luiz Adriano.

Após o confronto, o brasileiro disse ter ficado indignado com os torcedores locais, os acusando de terem proferidos "gritos sujos, racistas". Naquele jogo, por sinal, o atacante fez história. Ele se juntou a Lionel Messi como únicos jogadores a marcar cinco gols em uma mesma partida da Liga dos Campeões, após o argentino ter obtido o feito em um 7 a 1 que o Barcelona aplicou no Bayer Leverkusen na temporada 2011/2012.

Outros dois clubes punidos pela Uefa nesta quarta-feira foram o Galatasaray e o Borussia Dortmund, também por causa do comportamento de seus torcedores. O clube turco foi multado em 70 mil euros em razão de distúrbios provocados pela sua torcida que pararam por duas vezes a partida em que o time foi goleado pelo Borussia Dortmund por 4 a 1, na Alemanha, no mês passado. Para completar, torcedores invadiram o gramado e ainda dispararam sinalizadores no campo. Já o clube alemão foi multado em 32 mil euros por atos inadequados de parte de sua torcida neste duelo.