• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Luxemburgo admite Fla recuado, mas exalta Atlético-MG

  • COMPARTILHE
Esportes

Luxemburgo admite Fla recuado, mas exalta Atlético-MG

Belo Horizonte - Após a incrível virada sofrida diante do Atlético-MG, na última quarta-feira, o técnico Vanderlei Luxemburgo ainda tentava encontrar respostas para a derrota por 4 a 1, que eliminou o Flamengo nas semifinais da Copa do Brasil. O treinador avaliou que a equipe recuou muito quando marcou o primeiro gol, que obrigaria o adversário a vencer por três de vantagem, mas fez questão de destacar que o mérito foi todo do time mineiro.

"Temos no Brasil a mania de tirar o mérito do adversário e só ver defeito em quem perdeu. Nós tentamos, o que faltou foi uma válvula de escape maior, de velocidade. Faltou os laterais saírem para o jogo, mas eles colocaram jogadores ali estrategicamente. Tínhamos que forçar o adversário a recuar, mas nós ficamos muito presos", avaliou.

Para Luxemburgo, o lesionado Gabriel "fez falta" para ser essa opção de escape do Flamengo, mas o que gerou a derrota e a eliminação foi mesmo a mistura da postura defensiva de seus comandados após o primeiro gol com a qualidade atleticana no toque de bola.

"Faltou a gente sair um pouco mais para o jogo, um pouco mais de trás. Principalmente pelos lados do campo. O Canteros e o Márcio (Araújo) pegavam na bola e faltava uma saída. Então, acho que o Atlético-MG girou bastante, mudou bastante, e foi jogando nossa equipe para trás. E nós nos acostumamos", comentou.

Com esta avaliação, Luxemburgo viu justiça na classificação do adversário à decisão, na qual enfrentará seu principal rival, o Cruzeiro, que passou pelo Santos. "Não quero aqui tirar o mérito da equipe adversária nem colocar a culpa no meu time. Acho que meu time lutou bastante e o Atlético-MG chegou à final com o Cruzeiro merecidamente."