• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Após início ruim, Federer se recupera e bate Berdych na estreia do ATP Finals

Esportes

Após início ruim, Federer se recupera e bate Berdych na estreia do ATP Finals

Londres - O suíço Roger Federer começou de forma contundente, neste domingo, a disputa do ATP Finals, em Londres, que reúne os oito melhores tenistas da temporada. Após um início de jogo complicado, com longos games e quebras de saque, o atual número 3 do mundo derrotou o checo Tomas Berdych por 2 sets a 0 - com parciais de 6/4 e 6/2, em 1 hora e 9 minutos de partida.

Maior campeão da história do ATP Finals com seis conquistas, Federer aumentou ainda mais o já excelente retrospecto contra Berdych, o sexto colocado do ranking. Agora são 15 vitórias do suíço em 21 partidas contra o tenista da República Checa.

Na próxima rodada, na tentativa de ficar mais perto de uma vaga do grupo Stan Smith nas semifinais, Federer terá pela frente o sérvio Novak Djokovic, o número 1 do mundo, que mais cedo havia derrotado com facilidade o japonês Kei Nishikori. O duelo será nesta terça-feira, mesmo dia em que Berdych e Nishikori duelarão pela sobrevivência na competição.

O começo da partida foi difícil para Federer. Berdych conseguia encaixar bem os seus golpes e conseguiu uma quebra de saque, abrindo 2 a 0 logo de cara. O suíço se recuperou rapidamente e devolveu a quebra para deixar tudo igual em 2 a 2. Só no nono game que o número 3 do mundo obteve nova quebra, fez 5 a 4 e sacou para fechar o set em 6/4.

Na segunda parcial, Federer resolveu se impor desde o início e "acabou" com o jogo rapidamente. O suíço quebrou o saque de Berdych duas vezes, no primeiro e no terceiro game, e com tranquilidade confirmou os seus serviços para ganhar o set e a partida em 6/2.

DUPLAS - Em má fase no circuito profissional, os irmãos gêmeos norte-americanos Mike e Bob Bryan não começaram bem o ATP Finals. Neste domingo, com a liderança do ranking mundial ameaçada por outras três duplas, perderam para o indiano Rohan Bopanna e o romeno Florin Mergea por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/3.

Tetracampeões do torneio, os irmãos Bryan fazem a 14.ª aparição no ATP Finals e tentam encerrar a temporada na liderança pela 11.ª vez em 13 anos. Uma das parcerias concorrentes a roubar a ponta é a do brasileiro Marcelo Melo, hoje o número no ranking individual de duplas, com o croata Ivan Dodig. Eles estreiam nesta segunda-feira.