• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Após minuto de silêncio, ATP Finals começa com Djokovic atropelando Nishikori

  • COMPARTILHE
Esportes

Após minuto de silêncio, ATP Finals começa com Djokovic atropelando Nishikori

Tenista sérvio não teve dificuldades para confirmar o seu favoritismo diante do japonês. O líder do ranking mundial venceu por 2 sets a 0, com duplo 6/1, em apenas 1h05min

Número 1 do ranking venceu jogo de estreia do ATP Finals sem dificuldade Foto: Estadão Conteúdo

Londres - Com seu esquema de segurança reforçado após Paris ser alvo de graves ataques terroristas que mataram mais de 120 pessoas na última sexta-feira, o ATP Finals começou suas disputas de simples neste domingo em clima de luto. Em respeito às vítimas na capital francesa, o jogo que abriu a competição, entre Novak Djokovic e Kei Nishikori, só foi iniciado depois de um minuto de silêncio na O2 Arena, lotada por mais de 17 mil torcedores.

Depois da homenagem às vítimas, na qual os dois tenistas ficaram imóveis junto à rede com a arena coberta quase toda apagada, o sérvio não teve dificuldades para confirmar o seu favoritismo diante do japonês. O líder do ranking mundial venceu por 2 sets a 0, com duplo 6/1, em apenas 1h05min, e saiu na frente no Grupo Stan Smith, que é uma das chaves da competição que reúne os oito melhores tenistas da temporada.

Assim, Djokovic voltou a mostrar que é o grande favorito ao título da competição na qual ostenta a condição de atual tricampeão, sendo que também ficou com a taça do importante torneio que fecha a temporada em 2008, quando o evento ocorreu em Xangai.

A primeira rodada do Grupo Stan Smith será concluída neste domingo com o confronto entre o suíço Roger Federer e o checo Tomas Berdych, marcado para começar às 18 horas (de Brasília).

Antes deste novo duelo, Djokovic atropelou Nishikori, hoje oitavo colocado do ranking mundial. Absoluto com o saque na mão, o sérvio não ofereceu nenhuma chance de quebra ao japonês em toda a partida e ainda converteu cinco de nove break points para aplicar o duplo 6/1 que liquidou o duelo.

Essa foi a sexta vitória do sérvio em sete duelos com o tenista oriental, que em 2014 chegou a surpreender o seu adversário na semifinal do US Open. No mesmo ano, porém, Djokovic superou o japonês nas semifinais do Masters de Paris e do próprio ATP Finals em Londres.

Após o jogo, Djokovic também ergueu o troféu de tenista número 1 da temporada, posto que ele não poderá perder neste ATP Finals, tamanha vantagem que ostenta sobre seus adversários no ranking mundial.

DUPLAS - No primeiro jogo encerrado neste domingo no ATP Finals, o britânico Jamie Murray e o australiano John Peers abriram o Grupo Ashe/Smith da competição de duplas em Londres vencendo os italianos Simone Bolelli e Fabio Fognini por 2 sets a 1, com parciais de 7/6 (7/5), 3/6 e 11/9.

Atual líder do ranking individual de duplistas da ATP, o brasileiro Marcelo Melo fará a sua estreia apenas na segunda-feira. Ele e o croata Ivan Dodig irão enfrentar os franceses Pierre-Hugues Herbert e Nicolas Mahut.