• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Argentina confirma dois cortes e chama lateral que 'parou' Neymar em 2012

  • COMPARTILHE
Esportes

Argentina confirma dois cortes e chama lateral que 'parou' Neymar em 2012

Buenos Aires - O técnico Gerardo Martino ganhou mais dois problemas em meio a uma série de desfalques para armar a seleção argentina em seus próximos compromissos das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018. O lateral Pablo Zabaleta e o zagueiro Ezequiel Garay, lesionados, foram cortados. Para suas vagas, foram chamados Gino Peruzzi e Jonathan Maidana.

Zabaleta e Garay são titulares absolutos da defesa de Martino, que precisará quebrar a cabeça para montar a Argentina contra o Brasil, dia 12 de novembro, em Buenos Aires, e a Colômbia, cinco dias depois, em Barranquilla. O lateral sofreu uma lesão no ligamento do joelho esquerdo. Já o zagueiro acusou um problema no bíceps femoral da perna direita.

Sem eles, Martino apostou em soluções caseiras para reforçar a seleção. Peruzzi foi um dos destaques do setor defensivo do Boca Juniors na conquista do título argentino, confirmada no último domingo. Já Maidana tem feito boas partidas com o River Plate, pelo qual foi campeão da Libertadores de 2015.

A escolha por Peruzzi também pode ter ocorrido pelo histórico do jogador diante da principal estrela brasileira, Neymar. Em 2012, o lateral, então com 19 anos, ganhou espaço no Vélez Sarsfield justamente depois de uma ótima apresentação nas quartas de final da Libertadores daquele ano, quando parou o atacante santista na vitória da ida por 1 a 0.

Para a volta, o argentino chegou a dizer que poderia "quebrar Neymar todinho" se o craque brincasse com a bola. Em campo, Peruzzi levou a melhor novamente sobre o santista, que pouco apareceu, mas o time paulista venceu pelo mesmo placar e avançou nos pênaltis.

Apesar deste histórico, a tendência é que Martino opte por um nome mais experiente para ser titular na lateral, como Roncaglia. Na zaga, Demichelis e Funes Mori disputam a vaga de Gaitán. Vale lembrar que a Argentina também não contará com dois de seus principais jogadores: Messi e Agüero, também lesionados.