• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Nobre diz ter 'certeza de título' e que Palmeiras 'não chegou à toa em finais'

Esportes

Nobre diz ter 'certeza de título' e que Palmeiras 'não chegou à toa em finais'

O dirigente aposta que a vontade dos jogadores do Palmeiras será redobrada para o segundo jogo da final da Copa do Brasil, marcado para a próxima quarta-feira, no Allianz Parque

Presidente confia no elenco do Palmeiras Foto: Reprodução

São Paulo - O presidente do Palmeiras, Paulo Nobre, afirmou que, mesmo após a derrota para o Santos por 1 a 0, sofrida na quarta-feira à noite, na Vila Belmiro, ele ainda confia que o elenco terá forças para reverter a situação e ficar com o título da Copa do Brasil. Para reforçar sua confiança, ele lembrou dos feitos do time para valorizar os atletas.

"O Palmeiras está na segunda final de campeonato no ano e está em uma final nacional. Não chegou até aqui à toa", disse o dirigente, se referindo ao fato de que o time alviverde disputou também a decisão do Paulista neste ano, sendo derrotado justamente pelo Santos na luta pelo título. "Estamos mais vivos do que nunca e temos totais condições de sermos campeões", assegurou.

O dirigente aposta que a vontade dos jogadores do Palmeiras será redobrada para o segundo jogo da final da Copa do Brasil, marcado para a próxima quarta-feira, no Allianz Parque, em São Paulo. "Tenho certeza de que o Palmeiras será campeão. Confio muito no elenco, no brio dos jogadores e tenho certeza que eles são capazes", completou.

Em busca de seu primeiro grande título como presidente do clube - ganhou a Série B em 2013 -, Nobre explica que, mesmo se o time não reverter a situação, manterá a postura e o seu discurso normalmente equilibrado.

"O Paulo torcedor vai ficar muito, muito triste e o Paulo presidente tem de seguir o barco. Quando um time perder, o torcedor fala: 'Puxa, não quero mais saber de futebol', mas só até o próximo jogo. O presidente terá de trabalhar no dia seguinte e o luto durará apenas uma noite", completou o dirigente.