• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Dorival Júnior condena atitude da CBF: 'Precisa sair do pedestal'

  • COMPARTILHE
Esportes

Dorival Júnior condena atitude da CBF: 'Precisa sair do pedestal'

Campinas - Nem mesmo a vitória por 2 a 1 sobre a Ponte Preta, que deixou o Santos vivo na briga pelo título do Campeonato Brasileiro, acalmou os ânimos do técnico Dorival Júnior, que mostrou muita indignação com a mudança de horário do jogo deste domingo. O treinador não poupou críticas à CBF e afirmou que a entidade precisa "sair do pedestal".

"O Santos não tem que ir até a CBF apresentar uma reclamação formal sobre o caso. É a própria CBF que precisa sair do pedestal dela e ir até o clube, admitir que foi um erro grotesco. Não pode uma equipe saber que vai jogar às 11h da manhã de um domingo através dos sites e às 21h de sexta-feira, já em Campinas. O futebol brasileiro novamente está na contramão e é agredido por uma atitude desnecessária, sem um parecer mais sério. Acabamos usando isso para nos fortalecer diante da Ponte Preta", disse o treinador.

Questionado sobre o jogo, Dorival afirmou que as alterações que fez na equipe durante a partida foram fundamentais na virada da equipe sobre o time campineiro. Léo Cittadini, que entrou no lugar de Vitor Bueno, fez a jogada em seu primeiro toque na bola que resultou em gol de Ricardo Oliveira. O jovem jogador, ao lado de Yuri, outro que entrou no decorrer do duelo, construiu o lance que terminou com Copete coroando a vitória santista.

"Tive que fazer algumas alterações conforme o jogo se decorria. Fábian Nogueira é destro e estava tentando dificuldades para marcar o lado esquerdo da bola. Coloquei Yuri para fortalecer o setor e com a intenção de melhorar a saída de bola. O Vitor Bueno estava voltando de lesão, e o Léo Cittadini entrou no seu lugar para inflamar o jogo, dar mais velocidade, felizmente deu certo", completou.

Léo Cittadini estava em prantos ao final da partida. O jogador, que participou dos dois gols do Santos, comemorou muito o fato de ter brilhado com a camisa do time da Baixada Santista, em uma partida importante em termos de briga pelo título brasileiro.

"Estou muito emocionado, porque só eu e minha família sabemos o quanto trabalhei. Estou muito feliz por dar esse presente para torcida, e para esse grupo maravilhoso. Me preparei muito para esse momento. Não estava tendo muitas oportunidades, mas ela apareceu e saímos com a vitória. Agora é fazer nossa parte para sairmos com o título", disse o atleta.