• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Flu anuncia novo patrocínio e não garante Fred em 2015

Esportes

Flu anuncia novo patrocínio e não garante Fred em 2015

Rio - Um dia depois do fim da parceria de 15 anos com a Unimed, o presidente Peter Siemsen anunciou nesta quinta-feira o novo patrocinador do Fluminense. A empresa de bebidas Viton 44, dona de várias marcas, entre as quais o Guaraviton, assinou contrato de dois anos. Estima-se que o valor alcance R$ 28 milhões por todo o período.

Siemsen não deu detalhes sobre como será a relação com o novo patrocinador, mas ressaltou que a empresa não vai "adotar" o Fluminense, como fizera a Unimed nos últimos anos. Além do patrocínio, a cooperativa auxiliava o clube no pagamento dos salários de jogadores mais badalados, como o atacante Fred e o meia Conca.

Com a mudança no modelo de patrocínio, Siemsen afirmou que não garante a permanência de Fred para 2015. O presidente está preocupado porque os vencimentos do atacante e de outros atletas do elenco são totalmente bancados pelo ex-patrocinador. "Isso é uma preocupação enorme. Mas eu acredito que a Unimed vai honrar com seus compromissos, como sempre honrou", declarou.

Indagado sobre o futuro de Fred, o presidente deixou escapar que não pode garantir a permanência de nenhum integrante do elenco. "Tudo vai depender de uma nova análise técnica, de uma nova análise do orçamento e do interesse do atleta", afirmou o dirigente, ao confirmar que o orçamento do clube ficará mais enxuto a partir de 2015.

Diante da nova realidade do Fluminense, Siemsen afirmou que o clube agora estará calcado no tripé: formação de atletas, busca por promessas e fortalecimento da marca Fluminense. "Vamos investir ainda mais na formação de atletas, vamos trabalhar na busca de promessas, em jogadores espalhados pelo País e vamos garantir que o Flu se torne cada vez mais um porto seguro para os patrocinadores", afirmou.

Apesar do orçamento reduzido, o presidente garantiu que conseguirá montar um time competitivo para a próxima temporada. "Certamente, não deve ser mantido o atual patamar de investimento. Mas o time vai estar em um nível competitivo", assegurou.

Sobre o fim da parceria com a Unimed, Siemsen afirmou que não esperava que o acordo fosse encerrado nesta semana, embora já houvesse sinalização por parte da empresa de que o contrato não perduraria. "Agimos rápido e o Flu mostrou o seu valor de mercado com a nova parceria", minimizou.

O presidente ainda aproveitou a entrevista coletiva desta quinta para criticar as gestões anteriores. Ao avaliar o "casamento" de 15 anos com a Unimed, Siemsen disse que a parceria foi um sucesso na parte esportiva, com três títulos do Estadual, dois Brasileiros e uma Copa do Brasil. Mas os resultados não se repetiram na questão administrativa.

"Perdemos muito tempo e o nosso CT já poderia estar construído", declarou, referindo-se às obras que ainda nem começaram. Nos últimos quatro anos é que o clube conseguiu equilibrar a parte administrativa com a esportiva", comentou.