• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Arsenal segura pressão no fim, vence City e mantém perseguição ao Leicester

  • COMPARTILHE
Esportes

Arsenal segura pressão no fim, vence City e mantém perseguição ao Leicester

Londres - O Arsenal venceu o Manchester City por 2 a 1 nesta segunda-feira, em casa, e manteve a perseguição ao Leicester no Campeonato Inglês. Com a terceira vitória consecutiva, o time de Arsène Wenger foi a 36 pontos, na segunda colocação, a dois pontos do líder. O City aparece em terceiro com 32.

Os gols da vitória aconteceram no primeiro tempo com Walcott e Giroud. Os visitantes esboçaram uma reação no final da partida, mas só descontaram em belo gol de Yaya Touré. O Arsenal agora tentará manter o embalo no próximo sábado, contra o Southampton, fora de casa. No mesmo dia, o City tentará reagir ao receber o Sunderland.

A partida desta segunda-feira começou equilibrada com as duas equipes buscando o ataque. Walcott chutou prensado dentro da área e perdeu a primeira chance para o Arsenal. O City respondeu com De Bruyne, que perdeu duas oportunidades ao chutar para defesa de Petr Cech.

A resposta dos anfitriões veio com gol. Aos 33, Walcott recebeu no lado esquerdo da área, cortou para o meio e bateu no canto oposto do goleiro Hart: 1 a 0. O gol embalou o time da casa, que passou a controlar as ações até o final da primeira etapa. E o segundo saiu aos 46. Após saída errada de Fernandinho, Monreal dominou e esticou para Özil. O alemão encontrou Giroud dentro da área e o francês só teve o trabalho de tocar na saída do goleiro.

Com a vantagem no marcador, o Arsenal voltou mais recuado para o segundo tempo à espera de um erro do adversário para definir a partida. Mas foi quem criou as principais chances no início. Monreal cruzou rasteiro, Otamendi não cortou, e Campbell mandou por cima. Na sequência, Bellerín cruzou, Walcott desviou e Otamendi salvou o terceiro. O Arsenal ainda perdeu outra chance com Ramsey, que chutou no rosto do goleiro Joe Hart.

O City conseguiu acordar para a partida aos 29. Após cruzamento, Bony subiu e cabeceou sem muita força para defesa de Cech. Cinco minutos depois, Fernandinho deixou Navas na cara do gol. O espanhol invadiu a área pelo lado direito, mas em vez de bater cruzado, cruzou errado e a zaga cortou. A pressão foi transformada em gol aos 37. E com um golaço. Sagna tocou para Yaya Touré no canto direito na entrada da grande área. O marfinense bateu de chapa, colocado, no ângulo, sem chances para Cech: 2 a 1.

O Arsenal quase ampliou logo após dar a saída para o jogo após o gol do City. Ramsey recebeu livre na área, mas chutou para fora. O City foi para o tudo ou nada e teve a melhor chance de igualar o marcador aos 41. Yaya Touré tabelou com De Bruyne, invadiu a área e desviou de carrinho para fora. O time da casa, no entanto, conseguiu segurar a pressão e garantiu os três importantes pontos.