• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Após tragédia da Chapecoense, Temer condecora colombianos e prefeito de Chapecó

Esportes

Após tragédia da Chapecoense, Temer condecora colombianos e prefeito de Chapecó

Brasília - Em cerimônia realizada no Palácio do Planalto, o presidente Michel Temer homenageou nesta sexta-feira autoridades locais e nacionais da Colômbia pela ajuda no resgate dos brasileiros que sobreviveram ao acidente aéreo com a delegação da Chapecoense. O prefeito de Chapecó, Luciano Buligon, foi condecorado com a Ordem do Rio Branco.

Temer também concedeu a condecoração ao prefeito de Medellín, Federico Gutiérrez Zuluaga; à secretária do governo de Antioquia, Victoria Eugenia Ramírez Vélez; ao diretor executivo da Agência de Cooperação e Investimentos de Medellín e Área Metropolitana, Sergio Escobar Solórzano; ao diretor do Departamento Administrativo de Gestão de Risco e Atenção a Desastres de Medellín, Camilo Zapata Wills; à apresentadora da TV Caracol, Mónica Patricia Jaramillo Giraldo; e à Johan Alexis Ramírez Castro.

Em seu discurso, Temer elogiou o trabalho e a dedicação dos colombianos no resgate das vítimas do acidente que matou 71 pessoas, no dia 29 de novembro, perto da cidade de Medellín. Na tragédia, 19 jogadores da Chapecoense perderam a vida. Eles viajavam até Medellín para a disputa do primeiro jogo da final da Copa Sul-Americana, contra o Atlético Nacional.

"A Colômbia chorou com o Brasil. As palavras nunca bastarão para agradecer à Colômbia e aos colombianos a inesquecível lição de humanidade que nos deram", declarou Michel Temer. "Em instante algum estivemos sós. O mundo nos deu as mãos. Governos e indivíduos de todas as partes encontraram sua forma de trazer ao Brasil, de trazer a Chapecó, as mais tocantes expressões de afeto."

Temer também concedeu a Medalha da Ordem do Mérito da Defesa ao comandante da Força Aérea Colombiana, Major General do Ar Carlos Eduardo Bueno Vargas; ao diretor-geral da Polícia Nacional da Colômbia, Major General Jorge Hernando Nieto Rojas; ao comandante do Comando Aéreo de Combate nº 5, Coronel Fabio Alberto Sánchez Montoya; ao secretário de segurança e Convivência de Medellín, Gustavo Villegas Restrepo; ao subsecretário de Proteção Social de Antioquia, Juan David Arteaga Flórez.

O presidente da República ainda homenageou a cidade de Medellín com a Ordem Nacional do Cruzeiro do Sul, a mais alta condecoração brasileira atribuída a estrangeiros. "Nós esperamos um dia retribuir, não em coisa tão lamentável, mas retribuir à Colômbia e aos colombianos o apoio e a solidariedade que emprestaram àqueles que lá faleceram", disse Temer.