Como ter mais PACIÊNCIA?

Olá, Pais e Professores Empreendedores!

** CURTA A PÁGINA DO BLOG EDUCAÇÃO E EMPREENDEDORISMO NO FACEBOOK **

Acabo de ler uma definição de paciência que acho a mais apropriada para pais e educadores: “paciência é mais do que esperar, é confiar, dar crédito.” Acredito que a maior parte dos problemas dos pais com seus filhos (especialmente os bebês) está vinculada à falta de paciência.

Royalty-free Image: Male toddler climbing into toiletQuem tem um bebê já pode ir se trabalhando para gostar muito de água… Em todos os lugares… Aquela do copinho da refeição vai 90% para o prato, o chão e ele mesmo… A da banheira, vai boa parte em você e outra parte pro chão e paredes do ambiente… A água do cachorro será alvo de ração (que ficando do lado fica bem sugestivo de juntar e amassar e fazer uma maçaroca das boas!), prendedores de roupa e o que mais estiver ao alcance… Já sabendo disso, dê água (no lugar de sucos ou refrigerantes) para seu filho durante as refeições pois o que cair não tem açúcar nem corante então não mancha nem junta formiga. Nem precisa limpar… Seca sozinha! Além de tudo é mais saudável o pequeno se acostumar a tomar água.

E para ter a paciência necessária quando tudo for ao chão, dê crédito ao seu pequeno. Saiba que toda essa exploração faz parte da sua descoberta e do seu desenvolvimento e é essencial alimentar a iniciativa e a curiosidade. São estas características que o farão um profissional criativo e ousado tão valorizado atualmente!

Paciência também com o seu bebê que “mexe em tudo”! Sim, isso também faz parte da exploração e do conhecimento de mundo dele. Ele precisa disso… Vai à cozinha e tira tudo dos armários, vai ao seu quarto e tira todos os sapatos do lugar (espalha pela casa toda!), vai ao quarto dele e tira todas as roupas das gavetas… Na sala, nada fica no lugar… Quando a paciência estiver no limite, lembre-se que mexer nas coisas e descobrir tudo, experimentar, puxar, testar, apalpar e arrastar farão com que seu filho continue aberto ao conhecimento. Isso, é claro, se você der crédito a ele e entender que se podar a aprendizagem agora, ele pode apresentar dificuldades lá na frente. Estimule-o e deixe-o aberto para os desafios de aprendizagem que virão em sua vida.

Hoje o Petrus (1 ano e 7 meses) pegou um potinho de álcool gel e achou super divertido ir chacoalhando e respingando tudo pela casa… Confesso que hesitei e pensei em tirar aquilo logo das mãos dele, mas aí pensei:

– É de vidro? Não.

– Mancha? Não.

– Tem muito? Não.

– Tem risco? Não. (Estou aqui olhando.)

Deixei ele se divertir. Depois de tudo tivemos que sair e, quando voltamos, nem sinal da bagunça… Secou tudo sozinho! Tem coisas que a gente estressa por estar acostumado a estressar… Na verdade, nem precisava!

Empreenda-se!

Sucesso aos Pais e Professores Empreendedores!

Até o próximo post!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *