Jovem capixaba é aprovada em sete universidades norte-americanas. Você também quer?

Olá,

Se você é como eu e fica “doidinho” quando escuta alguém falar sobre alguma oportunidade de estudar no exterior, inspire-se nesta ideia e inscreva-se!

Carolina Lima Guimarães, de 19 anos, recebeu auxílio da Fundação Estudar durante sua preparação

Nascida em Vitória, no Espírito Santo, Carolina Lima Guimarães foi aprovada em nada menos do que sete prestigiadas universidades norte-americanas: Yale, Columbia, Cornell, UPenn, Emory, Amherst College e New York University.

Fonte da imagem: gazetaonline

Hoje com 19 anos, a jovem cursou o ensino médio no Instituto Federal do Espírito Santo, uma escola técnica onde estudou Eletrotécnica. Durante os anos de estudo, criou um curso de Cálculo voltado principalmente para alunos de ensino médio. Sua ideia era mostrar que essa matéria, muitas vezes tão assustadora aos alunos, pode ser simples, prática e muito útil. Carolina ministrou o curso três vezes para mais de 100 estudantes de ensino médio e superior. Todo o material do curso foi disponibilizado no site calculozero.com.br, incluindo vídeo aulas com mais de 20 mil visualizações.

A estudante conta que participou de olimpíadas científicas desde os 8 anos de idade. Além de várias medalhas em competições nacionais de Astronomia, Matemática, Física, Informática, Linguística e Robótica, ganhou medalha de prata na Olimpíada Latino Americana de Astronomia e Astronáutica e menção honrosa na Olimpíada Internacional de Astronomia e Astrofísica. Participou ainda de projetos de pesquisa em Dinâmica dos Fluidos, Eletrotécnica e Matemática. A capixaba revela que também cantava no coral da escola, já foi escoteira e participou de diversas escolas de férias, tanto no Brasil quanto no exterior, sobre Física, Informática e Matemática.

 Para ser aprovada nas universidades norte-americanas, Carolina contou com o apoio da Fundação Estudar, que oferece um programa de preparação totalmente gratuito com foco em jovens de ensino médio que desejam cursar a graduação no exterior. Para 2016, há 30 vagas e as inscrições estão abertas até o dia 18 de abril pelo site Na Prática.

Conhecido como Prep Scholars, o programa da Fundação Estudar oferece orientação individualizada sobre SAT e ACT, exames de proficiência em inglês como TOEFL e IELTS, essays, college list, etc. Os jovens selecionados para o programa também são acompanhados ao longo do ano por um mentor que já cursou graduação fora. Para fazer parte do programa, o candidato precisa ser um aluno do 3° ano do ensino médio ou recém-formado. É necessário ter alto desempenho acadêmico, possuir um histórico relevante de participação em atividades extracurriculares e demonstrar excelente domínio do inglês.

Imagem16

Sobre a Fundação Estudar

Criada há 25 anos por Jorge Paulo Lemann, Marcel Telles e Beto Sicupira, a Fundação Estudar é uma organização sem fins lucrativos que acredita que o Brasil será um país melhor se tivermos mais jovens determinados a seguir uma trajetória de impacto. Tem como objetivo alavancar a carreira de universitários e recém-formados por meio da troca de conhecimento, formação de redes e conexão com o mercado de trabalho. Por meio de seu Programa de Bolsas, seleciona e forma centenas de grandes exemplos engajados em uma comunidade única. Com seus programas presenciais, prepara, conecta e apresenta oportunidades a milhares de brasileiros. A instituição também orienta e inspira milhões de leitores por meio dos portais Na Prática e Estudar Fora.

Sucesso!

Isa

 

Um comentário em “Jovem capixaba é aprovada em sete universidades norte-americanas. Você também quer?”

  1. Aplausos para a Carolina!!! Desejo muito sucesso para ela nessa nova jornada!!! Gostaria de mencionar outra brasileira que fez acontecer nos EUA e que a nossa querida Carolina poderia se espelhar também: Bel Pesce.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *